Omercado de implementos rodoviários encerrou o primeiro trimestre em alta de 41,5% nas vendas. Segundo os dados da Anfir divulgados nas terça-feira, 6, de janeiro a março o setor de transporte de carga absorveu 35,8 mil reboques, semirreboques e carrocerias sobre chassi ante 25,3 mil unidades entregues no mesmo período do ano passado.

Os números indicam que o resultado foi impulsionado especialmente pela demanda de reboque e semirreboque. Definidos com pesados, a categoria registrou 21,3 mil emplacamentos no primeiro trimestre, volume 61,7% superior ao anotado dos três primeiros meses do ano passado, quando as entregas somaram 13,1 mil unidades.

Na categoria de leves, representada por carrocerias sobre chassi, as vendas acumuladas de janeiro a março chegaram 14,5 mil produtos contra 12,1 mil negociadas um ano antes, variação positiva de 19,7%.

De acordo com a Anfir, o resultado do trimestre aponta que os negócios se consolidam de forma favorável e embora a indústria de veículos em geral enfrente atualmente desabastecimento de suprimentos, o setor de implementos tem sido menos afetado.

Anúncio

“Operamos com carteira de longo prazo e estamos entregando vendas já acertadas”, diz em nota, Norberto Fabris, presidente da Anfir, que destaca a agilidade das fabricantes na busca de alternativas amenizam o problema de desabastecimento, o que preserva a boa regularidade nas entregas.

LEIA MAIS

→Anfir antevê retrocesso diante da alta do preço do aço

→Indústria de implementos expande vendas em 30% no bimestre