Seguindo as diretrizes de todo o Grupo Volkswagen, a Audi está acelerando o processo de eletrificação de sua linha de veículos e, por conta disso, são cada vez mais frequentes os lançamentos que aposentam os motores a combustão. Os dois mais recentes são Q4 e-tron e o Q4 Sportback e-tron.

Apresentados mundialmente nesta quarta-feira, 14, os SUVs farão,por enquanto, o papel de elétricos mais baratos da marca. O primeiro a chegar ao mercado europeu será o  4 e-tron: a partir de junho, começa a ser oferecido na Alemanha por preços a partir de € 41,9 mil. O Q4 Sportback e-tron tem lançamento previsto para os meses seguintes.

Audi Q4 e-tron

A linha compreenderá três versões de tração, sendo duas com um motor no eixo traseiro e a quattro, que contará com um motor no eixo traseiro e outro no dianteiro. Segundo a Audi, a depender  da versão, a autonomia pode chegar a 520 km, de acordo com o ciclo WLTP. Nas versões com a bateria de 125 kW, informa a montadora, bastam 10 minutos de carga percorrer 130 km.

Anúncio

O Q4 e-tron estará à venda nas versões 35  e 40, com um motor elétrico e potências de 125 kW (170 cavalos) e 150 kW (204 cavalos), respectivamente.  A terceira opção, a 50 quattro, terá potência máxima de 220 kW (299 cavalos) com os dois motores e poderá acelerar de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos — a velocidade máxima eletronicamente limitada é de 180 km/h.

LEIA MAIS

→ Agora no Brasil, versão Prestígio Plus do Audi A6

→ Audi e-tron GT chega ao Brasil este ano

Os dois modelos reproduzem as linhas dos carros-conceito apresentados há cerca de dois anos e sugerem esportividade, em particular  no Sportback e-tron, que tem estilo coupé. Os Q4 elétricos têm 4,59 metros de comprimento, faróis em LED e, novidade mundial,  o motorista pode optar por quatro assinaturas luminosas e, assim, modificar o aspecto visual do carro.

Como a maioria dos SUVs, oferecem bom espaço para bagagens — de 520 a 1.490 litros no Q4 e-tron e 535 a 1.460 litros no Sportback. Eles também podem ser equipados com head-up display com realidade aumentada.


Foto: Divulgação