A Mercedes-Benz reforça o portfólio de peças remanufaturadas da linha Renov. Somente nos primeiros quatro meses do ano, a fabricante incorporou à oferta sete novo itens, dentre câmbios e alternadores.  Até o fim de 2021, a empresa espera compor uma lista de mais de 330 componentes.

Segundo a montadora, a demanda por transporte de carga aquecida impulsionou o uso de peças remanufaturadas, promovendo um crescimento de 40% no faturamento da linha Renov no primeiro quadrimestre em relação há um ano.

Os produtos atendem caminhões, ônibus e comerciais leves Sprinter. De acordo com Silvio Renan, diretor de Peças e Serviços ao Cliente da companhia, as peças reúnem vantagens econômicas e garantem qualidade de fábrica. “Os preços das peças são em média até 40% menores em relação ao mesmo item genuíno novo. Além disso, o cliente pode utilizar a peça usada antiga como parte do pagamento da remanufaturada, após avaliação e aprovação do concessionário.”

Anúncio

Atualmente, a Mercedes-Benz oferece mais de 300 itens de 17 famílias, gama que cobre motores, câmbios, embreagens, motores de partida, unidades injetoras, alternadores, turbinas, diferenciais, bombas de óleo, bombas d’água, cabeçotes, pinças de freio, kits de embreagem, válvulas 4 circuitos e secadores de ar da válvula APU, cartucho do retarder, porta bicos injetores e compressores de ar.

De caráter sustentável, a linha Renov também contribui com a economia circular e proteção de recursos naturais. Antes de ser remanufaturada, a peça passa por processo de reciclagem em preparação ao seu reaproveitamento, o que reduz descartes.

LEIA MAIS

Mercedes-Benz comemora salto de vendas de peças de reposição


Foto: Mercedes-Benz/Divulgação