Balanço do setor automotivo argentino consolidado pela Adefa apresentou um crescimento de 19,2% na produção de veículos. Ao longo de 19 dias úteis de atividades em maio, as montadoras instaladas no País produziram 34,9 mil veículos ante 29,3 mil registrados em abril.

Devido ao volume de produção significativamente baixo registrado em maio de 2020, de pouco mais de 4,8 mil unidades, ocasião marcada por paralisações nas fábricas para contar o avanço da pandemia, o aumento em relação ao mês passado foi de 628%.

No acumulado do ano, a indústria argentina construiu 153,5 mil veículos, volume 120% superior ao registrado nos mesmo cinco primeiros meses do ano passado, quando anotou 70,7 mil unidades.

As exportações também apresentaram positivo em maio com 19,9 mil veículos embarcados, alta de 25,7% sobre os 15,8 mil exportados em abril. Com relação ao mesmo mês do ano passado, outra distorção provocada pelas medidas restritivas contra a Covid-19, com um aumento de 517% nas remessas.

De janeiro a maio, a avanço nos embarques chegou a 83,7%, para 85,1 mil veículos enviados para os mercados externos da Argentina, com o Brasil respondendo por quase 62%.

“Embora tenha ocorrido alguns inconvenientes em relação à logística internacional, como também dificuldades relacionadas à Covid e paralisações técnicas em algumas fábricas, o setor apresentou uma recuperação muito positiva na produção e exportação, em relação ao mês anterior, resumiu em nota Daniel Herrero, presidente da Adefa.

Anúncio

Ao contrário da produção e da exportação, as vendas no atacado anotaram resultado negativo. Em maio os 28 mil veículos entregues para as concessionárias representaram recuo de 6,4% em relação a abril, período no qual a rede recebeu 29,8 mil unidades. Na comparação com o mesmo mês do ano passado quando a indústria faturou 20 mil unidades, a alta foi de 40%.

Com encerramento dos cinco primeiros meses, as vendas acumuladas somaram 144,2 mil unidades, volume 45% superior ao registrado há um ano, de 99,3 mil veículos.

LEIA MAIS

→Produção argentina de veículos anota queda 32% em abril

→Volkswagen inicia produção do Taos na Argentina


Foto: Peugeot/Divulgação