A Toyota já definiu um modelo pequeno para seu portfólio no Brasil. Depois de tirar de linha, em abril, o Etios, que passou longe de ser um sucesso de vendas ao longo de seus oito anos, a montadora confirmou que fabricará localmente um veículo híbrido flex para o segmento.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Masahiro Inoue, presidenteda empresa na América do Sul e Caribe só não revelou se será mesmo o Yaris Cross, modelo sobre o qual recaem as  maiores apostas e que concorreria na faixa de SUVs de maior número de vendas e que tem a liderança e como grande expoente o Jeep Renegade.

Yaris Cross é o candidato mais forte  para produção em Sorocaba

Quase certo, o futuro utilizará o conhecido motor 1.8 híbrido apresentado no Corolla nacional há dois anos e que está presente também no Corolla Cross, lançado em março. Certeza mesmo é que será fabricado em Sorocaba, SP, base produtiva Etios hatch e sedã, e também do Yaris nessas mesmas configurações, com quem compartilhará a arquitetura.

Anúncio

A oferta de um carro compacto aumentará e muito o poder de competição da Toyota no mercado brasileiro, que hoje conta com apenas os nacionais Yaris hatch e sedã, Corolla e Corolla Cross, além de outros cinco veículos importados, dentre eles a picape Hilux, segundo modelo mais vendido da marca, com 19,2 mil undiades negociadas no primeiro semestre.

O líder no ano é ainda o Corolla, com 19,9 mil emplacamentos. Mas, com apenas três meses de vendas, o Cross mostrou ao que veio e acumulou 10,3 mil unidades licenciadas no período. Em junho, já foi o Toyota mais vendido no País, com 4,7 mil unidades.

Mesmo sem a oferta dos Etio hatch e sedã no segundo trimestre, a marca alcançou 7,8% de penetração em 2021, é a quinta mais negociada. Nos primeiros seis meses do ano passado, detinha 7,7%, sinal de que os envelhecidos Etios quase nada agregavam às vendas há um bom tempo.

LEIA MAIS

→ Exportações da Toyota superam volume pré-pandemia

→ Toyota Corolla Cross é candidato ao topo da marca e do segmento


Foto: Divulgação