Demanda no mercado de pneus apresentou em agosto um comportamento estável em relação a julho, com uma ligeira queda de 0,4%. Conforme consta nos dados consolidados pela Anip, foram entregues 4,94 milhões de unidades ante 4,95 milhões anotadas um mês antes. Na comparação com agosto do ano passado, quando as vendas somaram 5,18 milhões, a queda foi de 4,7%.

Com o desempenho do mês passado, a indústria contabilizou 38,1 milhões de pneus vendidos nos oito primeiros meses do ano. Volume representou um crescimento de 25,5% sobre o realizado no mesmo período do ano passado, de 30,3 milhões. Contudo, as vendas ainda ficaram 2,5% abaixo do registrado no acumulado de 2019 (31,9 milhões), portanto, em contexto sem a pandemia.

Das vendas totais de agosto, as montadoras absorveram 21,6% e a reposição 78,3%. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, enquanto as linhas de montagem consumiram pouco mais de 1,07 milhão de pneus, em queda de 10,4%, o varejo recebeu 3,87 milhões, volume 3% menor.

Apesar de responderem por mais da metade das entregas, os pneus destinados aos automóveis foram os que registraram a maior baixa nas vendas em agosto. As 2,48 milhões de unidades negociadas para montadoras e reposição representaram recuo de 11,6% em relação ao volume de um ano atrás, de 2,81 milhões.

Anúncio

As vendas de pneus para veículos comerciais, no entanto, se mostraram aquecidas, tanto para as montadoras quanto para a reposição. No caso de pneus para furgões e vans, as entregas totais em agosto ultrapassaram 767,1 mil unidades, em alta de 15% sobre o mesmo mês do ano passado. Do volume, as encomendas das fabricantes cresceram 7,8%, para 273,8 mil unidades, enquanto o varejo recebeu 19,5% a mais, 493,3 mil pneus.

Também os negócios no segmento de pneus para pesados seguiram trajetória ascendente, com exceção das vendas para o varejo. No mês passado, a indústria do setor entregou 716 mil pneus, estável em leve alta de 0,7% sobre agosto do ano passado. Do total, as vendas para as montadoras cresceram 27,2% para 163,7 mil unidades. As entregas para a reposição, no entanto, recuaram 5,1% com 551,3 mil pneus negociados.

Por fim, as vendas de pneus para motocicletas, contabilizadas pela Anip somente para o mercado de reposição, somaram em agosto 864,9 mil unidades, em queda de 3,8% em relação aos 899,4 mil pneus vendidos um ano antes.

LEIA MAIS

→Vendas de pneus aumentam 8,2% em julho


Foto: Vipal/Divulgação