Após período contínuo de crescimento, o mercado de veículos usados apresentou retração tanto no comparativo de setembro com agosto como em relação ao mesmo mês do ano passado. Ao divulgar os números do setor nesta terça-feira, 5, a Fenabrave informa que houve redução na oferta dos modelos mais procurados, o que contribuiu para a queda, além de o mês passado ter tido um dia útil  a menos do queo anterior.

Considerando todos os segmentos do mercado de usados – leves, pesados, motos, caminhões, ônibus e implementos -, as transações somaram 1,32 milhão de unidades em setembro, ante total de 1,44 milhão em agosto, um recuo de 8,3%. Em setembro de 2020 foram perto de 1,39 milhão de negócios.

No acumulado dos primeiros nove meses do ano, já houve 11.553.715 trocas de titularidade, o que representou crescimento de 39,3% sobre o mesmo período do ano passado. Entre os automóveis e comerciais leves, os veículos com até 3 anos de fabricação corresponderam a 11,49% do total comercializado, no acumulado, até setembro.

Anúncio

“Houve um pequeno arrefecimento nas transações em setembro, mas não observamos queda de demanda”, comenta o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior. “Há, sim, uma redução de oferta de alguns modelos mais procurados pelos consumidores. Vale lembrar, também, que o mês de setembro teve um dia útil (21 dias) a menos que setembro (22 dias)”.

Foto: Divulgação/Pixabay