A Nissan anuncia que iniciará um segundo turno de produção no Complexo Industrial de Resende (RJ) a partir de fevereiro do ano que vem. Com a decisão e a fim de cumprir o prazo programado, a fabricante começa já em outubro processo de seleção e contratação de 578 trabalhadores, tanto para a produção quanto administrativos.

Atualmente, a fábrica de Resende tem mais de 1,3 mil funcionários. Com a início do segundo turno, segundo a Nissan, a produção terá um aumento de 60%, finalizando o dia com a montagem por volta de 400 carros.

A fabricante entende a necessidade de reforço na produção para atender a demanda interna e externa do novo Kicks, lançado em março.

“O Complexo Industrial de Resende é estratégico para a evolução da Nissan no Brasil e em toda a América do Sul”, diz em nota Guy Rodriguez, presidente e diretor-geral da Nissan na região. “Com o novo turno, além de demonstrarmos mais uma vez nosso compromisso de longo prazo com os brasileiros, teremos mais volume para suprir a forte procura que o Novo Kicks está tendo desde a sua chegada ao mercado.”

O anúncio do novo regime de produção coincide com os 21 anos desde que a fabricante iniciou atividades oficiais no País. Ao mesmo tempo, a marca reforça presença na região com os produtos que oferece, além do Kicks, Novo Versa, picape frontier e o elétrico Leaf. No caso da trajetória da eletrificação, a marca programa estender a rede homologada para vendas de sete concessionárias para 44 pontos.

Anúncio

Na rede também passa por transformação com adoção de novo leiaute e identidade visual de acordo com os padrões globais. Em 2021, 12 lojas já estão adaptadas e outras 13 em processo, seja com reformas ou construção total.

Soma-se às mudanças, avanços baseados em recursos digitais, desde ferramentas que auxiliam os times de venda e pós-venda a showroom virtual.

“Estamos acelerando nossas ações alinhadas ao Nissan NEXT, o plano de transformação global da marca, que está comprometido com a inovação constante e inclui desde novos serviços de mobilidade até soluções focadas na experiência dos clientes” resume Airton Cousseau, presidente da Nissan Mercosul e diretor-geral da Nissan do Brasil.

LEIA MAIS

→Nissan aprimora atendimento de venda com nova ferramenta digital

→Nissan amplia pontos de venda do Leaf no Brasil

→Exportações e eletrificação nortearão Nissan no Brasil


Foto: Nissan/Divulgação