A restauração de uma colheitadeira NH 1530, a primeira produzida localmente, marca o aniversário de 46 anos de operações da New Holland Agriculture no Brasil. Lançado em 1976, um ano após a inauguração da fábrica de Curitiba, PR, o modelo acompanhou os primeiros passos de uma geração de produtores rurais decisiva para a expansão da agricultura no País.

O restauro, segundo comunicado da empresa pertencente à CNH Industrial, foi um presente da marca para a unidade industrial paranaense, inaugurada em 25 de outubro de 1975, seus colaboradores e para os agricultores de todo o território nacional.

“Recuperar este patrimônio que é parte da nossa história e da história da agricultura brasileira é um privilégio e uma honra para nós da New Holland”, comenta Rafael Miotto, vice-presidente para a América do Sul. “Esta máquina simboliza o início de uma jornada em busca de melhorias na vida dos que trabalham no campo, para que continuem produzindo mais e melhor, com menor custo e maior facilidade.

Produzida de 1976 a 1979, a NH 1530 tinha tamanho médio, ideal para atender as necesssidades das propriedades rurais na época. “Desde o modelo pioneiro até as modernas linhas TC, TX e CR, que compões o portfólio da marca atualmente, temos buscado oferecer a tecnologia mais adequada para cada momento do agronegócio brasileiro”, complemnta Miotto.

Mario Pino, supervisor do Suporte ao Produto-Colheitadeiras e responsável pelo projeto de restauro da máquina, lembra que a NH 1530, pela sua qualidade, performance e desempenho, se adaptou muito bem à agricultura nascente à época. “Ela tinha uma plataforma pequena e era boa para pequenas lavouras”, diz o executivo, destacando que, mesmo após tantos anos, algumas dessas máquinas continuam em operação até hoje.

A ideia de restaurar uma das colheitadeiras que inaugurou as operações da marca no País surgiu quando Pino visitou o museu da fábrica da New Holland na Bélgica, onde havia em exposição um modelo pioneiro daquela região “Pensei, por que não podemos fazer o mesmo no Brasil?”, revela.

Anúncio

LEIA MAIS

New Holland prioriza cliente com novo conceito de loja

New Holland lança tratores com toda a produção do ano já vendida

O projeto foi aprovado e a partir de contatos com a concessionária Equagril, de Palotina, PR, localizou-se uma máquina que estava encostada na propriedade de um cliente no interior do Estado

“A restauração não é tarefa fácil porque cada componente tem de ser tratado para a nova pintura, como foi o caso do elevador de palhas, por exemplo”, explica Pino. “Muitos componentes estavam danificados ou simplesmente não existiam mais. Foi preciso recorrer até a desmanches para encontrar algumas peças de substituição”, relembra.

O projeto, que teve duração de dois anos, contou com a colaboração de dez concessionários de quatro estados. Além da Equagril, contribuíram para a restauração da máquina a Xingu (Água Boa-MT), Taisa (Pato Branco-PR), Dall’Oglio (Toledo-PR), New Agro (Maringá-PR), Tratowel (Araranguá-SC), Tratornew (Ponta Grossa-PR), Super Tratores (Santa Maria-RS), Rodomac (São Miguel do Oeste-SC) e Amazônia Máquinas (Lucas do Rio Verde-MT).

O modelo totalmente restaurado está agora em exposição na galeria da fábrica de Curitiba, ao lado de máquinas modernas que deram continuidade ao seu legado.


Fomto: Divulgação/New Holland