Há tempos a CES, Consumer Electronic Show, realizada em Las Vegas, Estados Unidos, tornou-se palco para apresentação de tecnologias e conceitos com os quais as montadoras pretendem nortear seus produtos e serviços. A edição deste ano,  que acontece de 5 a 8 de janeiro, foi eleita pela Citroën para exibir parte de sua visão sobre a mobilidade atual e futura por meio do veículo-conceito Skate.

O Skate associa uma plataforma de tecnologia autônoma a cápsulas dedicadas a diferentes serviços e utilizações, idealizadas por parceiros para transportar os usuários de um ponto a outro e, naturalmente, compartilhadas.

“Os Citroën Skates vão trafegar por vias exclusivas e em cuja plataforma serão posicionadas diferentes cápsulas criadas por diversas empresas de serviços. Dessa forma, os usuários podem acessar o serviço que desejarem, 24 horas por dia e 7 dias por semana. Por exemplo, aproveitar um ambiente aconchegante para ler, assistir a um vídeo com tranquilidade, escutar música enquanto bebem um drink ou ainda se exercitar enquanto se deslocam”, descreve a montadora, que estima que a solução custará bem menos que um veículo autônomo individual.

 

citroen skate

Anúncio

Outro destaque da marca na mostra norte-americana é  a versão My Ami Pop do conhecido ultracompacto elétrico, igualmente destinada à micromobilidade. O Ami está consolidando o segmento dos quadriciclos elétricos de dois lugares, ultracompactos, na Europa. E, segundo a Citroën,  é um veículo  acessível em termos da idade do condutor e de preço.

“ A mobilidade elétrica e a mobilidade autônoma estão no centro de nossas reflexões e de nossos progressos tecnológicos”, afirma Vincent Cobée, diretor mundial da Citroën, que nomeia o Ami como um “pequeno fenômeno de mobilidade elétrica” e que, desde seu lançamento, em meados de 2020, já soma  14 mil  unidades vendidas, 80% para novos clientes da marca.


Foto: Divulgação