A Volkswagen Caminhões e Ônibus encerrou o ano passado no topo do mercado de caminhões. A marca reconquistou a posição com as vendas de 37,4 mil unidades, em alta de 46,4% em relação a 2020 e participação 29,1% no total de 128,6 mil emplacamentos.

A VWCO não ocupava o primeiro lugar desde 2016, quando perdeu a posição para a Mercedes-Benz, interrompendo uma série de mais de uma década na liderança.

O retorno ao topo contou com significativa participação de suas vendas de caminhões médio e semipesados, categorias que lidera com margem confortável.

No primeiro caso, as 8,3 mil unidades negociadas representaram crescimento de 35,9% de crescimento e participação de 74,8% das vendas no segmento. No segundo, os 16,7 mil modelos promoveram alta de 48% e fatia de 52% dos emplacamentos. Se somados os volumes, a VWCO respondeu sozinha por 57,9% das vendas de médios e semipesados.

Com a ascensão da VWCO, a Mercedes-Benz terminou 2021 na vice-liderança. A companhia entregou no ano passado 36,1 mil caminhões (inclui modelos semileves da família Sprinter), expansão de 25% sobre as vendas de 2020 e participação de 28,06%.

Com o resultado, as vendas da fabricante de São Bernardo do Campo (SP) ficaram abaixo da média do crescimento do mercado, de 43,5%, de acordo com o balanço da Anfavea.

Anúncio

A Volvo completa o terceiro lugar do pódio ao contabilizar 21,8 mil caminhões vendidos em 2021. O volume permitiu registrar alta nas vendas de 45,7% sobre o ano anterior. Presente apenas dentre semipesados e pesados, a montadora respondeu por 22,2% das vendas nos segmentos, de 98,3 mil unidades.

A fabricante de Curitiba (PR), no entanto, encerrou o exercício na liderança de pesados com 17,9 mil modelos entregues, volume que proporcionou participação de 27,2% das vendas da categoria, de 66,1 mil unidades. Impulsionaram as vendas o FH 540, com mais de 8,9 mil modelos negociados.

Ranking de vendas por marca de caminhões

MarcasJan/Dez-2021Jan/Dez-2020VariaçãoParticipação (2021)
Volkswagen Caminhões e Ônibus/MAN37.46225.58646,4%29,25%
Mercedes-Benz/MB Car&Vans36.11628.88925%28,06%
Volvo21.82314.97645,7%19,95%
Scania15.6118.71279,2%12,13%
Iveco8.5905.06469,6%6,67%
DAF5.6003.83246,2%4,35%
Dodge2.2301.47651,1%1,73%
Caoa (Hyundai)489226116,4%0,38%
Peugeot/Citroën174253-31,2%0,13%
Agrale5018177,8%0,03%
Fonte: Anfavea/Elaboração AutoIndústria

LEIA MAIS

→Emplacamentos de caminhões registram alta de 43% em 2021

→Produção de caminhões encerra 2021 com crescimento de 75%

→VWCO aposta na manutenção de alta no mercado de caminhões em 2022


Foto: VWCO/Divulgação