Por Redação

A General Motors iniciou na sexta-feira, 20, as vendas do SUV Equinox, com motor 2.0 turbo de duplo fuxo de 262 cavalos, que trabalha em conjunto com uma transmissão automática sequencial de nove marchas e tração integral. Com tecnologias inovadoras de segurança, o modelo chega na versão topo de linha, a Premier, e custa R$ 149,9 mil.

Líder de mercado, a General Motors reforça com o novo modelo a sua participação no segmento que mais cresce no País, o de SUVs. De janeiro a setembro foram comercializados 290,5 mil unidades dentro desse segmento, cuja participação saltou de 18% em 2016 para 21,5% este ano. O Equinox chega para completar a linha de utilitários esportivos da Chevrolet, posicionando-se entre o compacto Tracker e o Trailblazer.

Dentre os itens de acabamento de série do novo modelo da Chevrolet, destacam-se o sistema de frenagem automática de emergência, alerta de esquecimento de pessoas no banco traseiro e dispositivo de abertura elétrica da tampa do porta-malas por sensor de movimento. O modelo, segundo a GM, ainda oferece uma funcionalidade comumente disponível em aviões de primeira classe: um sistema emite ondas contrárias para cancelamento de ruídos externos do motor, amplificando a sensação de silêncio a bordo.

Anúncio

No campo da conectividade, o SUV conta com sistema de carregamento wireless para smartphones, multimídia Mylink compatível com Android Auto e Apple CarPlay e sistema de telemática avançada OnStar, que permite, por exemplo, consultar e comandar diversas funções do veículo por meio de um aplicativo para celular.

“A Chevrolet é líder de vendas e a marca que mais cresce em volume. Creditamos isso ao fato de sermos a empresa que mais investe em soluções inovadoras, aquelas que realmente tornam o dia a dia do motorista mais completo, prático e prazeroso”, comenta Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul.

O Equinox inaugura no Brasil a versão de acabamento Premier, a mais sofisticada da linha Chevrolet. Seu volume de carga pode variar de 468 litros até 1.627 litros, dependendo da configuração dos bancos. O traseiro pode ser rebatido por meio de uma funcional alavanca localizada na parede lateral direita do compartimento de carga, criando uma superfície plana, facilitando assim a acomodação de itens compridos.


Fotos: Divulgação/GM