Por Redação

As vendas de veículos usados no ano passado acumularam transferências de 11,1 milhões de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, volume 7,15% superior ao anotado no ano anterior, de 10,3 milhões.

Apenas no mês passado, trocaram de mão pouco mais de 1,04 milhão de veículos, pequeno declínio de 2,21% na comparação com as 1,07 milhão de transferências anotadas no mesmo mês de 2016.

Os negócios somente com automóveis e comerciais leves cresceram 7,21%, para 10,7 milhões de unidades com novos proprietários contra pouco mais de 10 milhões registrados em 2016.

No segmento de pesados, os 392.908 caminhões e ônibus que mudaram de mão em 2017 representaram alta de 5,5% na comparação com o acumulado do ano anterior, de 372.435 transferências.

De acordo com os dados da Fenabrave, cada veículo novo licenciado, outras 4,9 unidades trocam de proprietários.

Anúncio

Nas categorias de automóveis e comerciais leves, as chamadas quatro grandes montadoras dominaram o mercado de usados em 2017, tendo a Volkswagen na liderança, encerrando o período com participação de 21,89% nos negócios, seguida pela Fiat (20,89%), General Motors (20,44%), Ford (10,16%) e Renault (4,52%).

Em caminhões, os veículos mais negociados no ano passado foram da Mercedes-Benz com participação de 30,26% nas transferências de documentos. O ranking segue com a Volkswagen (21,64%), Ford (17%), Scania (8,5%) e Volvo (7,21%).

Também no segmento de ônibus, a preferência do consumidor de usados foi pelos produtos da Mercedes-Benz, com fatia de 57,31% nos negócios. Depois aparece a Volkswagen (18,5%), Marcopolo (10,56%), Scania (5,51%) e Volvo (2,76%).


Foto: Matel/Reprodução