A retomada da produção em meados de agosto na fábrica da General Motors de Gravataí, RS, após cinco meses de paralisação, já surte efeito nas vendas do Onix. Ao registrar 1.997 licenciamentos, o hatch da Chevrolet ficou na oitava colocação na primeira quinzena de setembro, sua melhor posição desde abril.

Em agosto, por exemplo, o Onix foi apenas o 49º colocado, com apenas 410 unidades vendidas. Ou seja: só em duas semanas de setembro, a rede de concessionárias Chevrolet conseguiu entregar aos clientes finais cinco vezes mais do que ao longo de todo o mês passado.

A retomada das vendas do Onix é um alívio para a rede de concessionárias Chevrolet e, sobretudo, para a montadora, que teve de indenizar seus revendedores  (LEIA AQUI)  em agosto e julho para compensar a falta do principal produto da marca, líder do mercado interno  entre 2016 e 2020.

A ascensão do Onix foi a maior novidade no ranking de modelos mais vendidos de setembro. De resto, o mercado segue consolidando a Stellantis como a montadora que mais vende no País. Mais uma vez suas marcas Fiat e Jeep se destacaram, com, respectivamente, três e dois modelos entre os dez mais negociados.

A Fiat Strada, líder no acumulado dos oito primeiros meses, ficou novamente à frente com 3.137 emplacamentos. Desta vez, porém, seguida de perto pelo Jeep Compass, que somou 2.955 unidades, meras 35 unidades à frente do terceiro colocado Hyundai HB20 (2.920), que segue brigando muito de perto com o Fiat Argo pela segunda posição ao longo de 2021.

Anúncio

Nos primeiros quinze dias de setembro, Volkswagen T-Cross e Fiat Toro  também praticamente empataram na quarta colocação. A diferença entre eles  oi de somente 83 licenciamentos, 2.798 contra 2.715.

Além do T-Cross, a Volkswagen tem um segundo modelo na lista dos dez modelos mais vendidos. O Gol apareceu na 10ª colocação, com 1.706 licenciamentos na quinzena, logo atrás da picape Toyota Hilux (1.772). Fiat Mobi (2.315) e Jeep Renegade (1.996) ficaram no sexto e sétimo lugares, respectivamente.

LEIA MAIS

→ Ritmo de alta do mercado de veículos leves segue desacelerando

→ Sem produção, GM vai adiar entrega do Chevrolet Bolt no Brasil

 


Foto: Divulgação