Por Redação

Em balanço divulgado quarta-feira,30 de janeiro, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi se declara o maior vendedor de automóveis e comerciais leves do mundo.

As dez marcas que compõem o grupo (Renault, Nissan, Mitsubishi Motors, Dacia, Renault Samsung Motors, Alpine, Lada, Infiniti, Venucia e Datsun) entregaram no ano passado 10,6 milhões de veículos, crescimento de 6,5% sobre o volume de 2016. Vale lembrar que se trata do primeiro ano cheio da Mitsubishi como membro da Aliança.

O Grupo Volkswagen entregou mais no ano passado, 10,7 milhões. No volume total, no entanto, os caminhões e ônibus estão incluídos no resultado. Ao subtrair da conta os 205.000 veículos pesados dos negócios provenientes da Volkswagen Truck & Bus (Scania, Volkswagen Caminhões e Ônibus e MAN), as vendas da fabricante alemã caem para 10,5 milhões de unidades vendidas.

Leia mais

→Grupo VW registra recorde de vendas em 2017

→Novo fundo de investimento da Renault-Nissan-Mitsubishi

→Renault destaca Brasil em seu balanço mundial

“Com mais de 10,6 milhões de veículos de passeio e comerciais leves vendidos em 2017, a Renault-Nissan-Mitsubishi se tornou o grupo automobilístico mundial número 1”, reforça em nota Carlos Ghosn, CEO da Aliança. “Esta evolução é resultado da extensão e abrangência de nossa gama de produtos, nossa presença internacional e a atratividade das tecnologias presentes em nossos veículos.”

Anúncio

De acordo com comunicado, o resultado se deve principalmente a aumento da demanda por utilitários esportivos, comerciais leves e veículos 100% elétricos.

Somente as vendas do Grupo Renault cresceram 8,5% em 2017, para 3,7 milhões de unidades. Segundo a empresa, o ano passado representou recorde tanto para a Renault quanto para a Dacia. A Nissan entregou no mundo 5,8 milhões de veículos no ano passado, alta de 4,6% em relação ao volume de 2016, e as vendas da Mitsubishi somaram pouco mais de 1 milhões de unidades, expansão de 10%.

No caso da Mitsubishi, os negócios foram impulsionados pela China, mercado onde as vendas da marca cresceram 56% na comparação 2016, para 129.160 veículos vendidos. O resultado transformou o país asiático no maior mercado para a marca japonesa, com o Outlander, liderando as vendas.

A Aliança garante ser a líder de vendas na categoria de veículos 100% elétricos. Desde que foi lançado, em dezembro de 2010, o Nissan LEAF acumula mais de 300 mil unidades vendidas.

A Renault mantém a liderança nas vendas de elétricos na Europa com 23,8% de participação. Nos últimos seis anos, a marca soma mais de 150.000 unidades vendidas no mundo, o que inclui os modelos ZOE, Kangoo Z.E. e SM3 Z.E.

No ano passado, a Aliança entregou 91.000 veículos elétricos, volume 11% acima do registrado em 2016.

Maiores mercados do Grupo Renault - 2018

PaísUnidades 
França690.000
Rússia497.000
China217.000
Brasil215.000
Itália208.000
Espanha190.000
Turquia116.000
Argentina114.000
Reino Unido103.000
Fonte: Renault

Foto: Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi