Por Redação

A Ford, ao que parece, adotou a estratégia de lançamentos a conta-gotas. Assim tem sido pelo menos na linha 2019 do EcoSport. Na semana passada a montadora apresentou a  Storm, a nova versão do utilitário esportivo com tração 4×4. Nesta quarta-feira, 14, anuncia a SE Direct 1.5 AT, destinada  a vendas diretas, ou seja, a frotistas e pessoas portadoras de deficiências, segmento conhecido como PCD.

A SE Direct 1.5 AT tem preço sugerido de R$ 68.690,00 e dispõe do mesmo motor bicombustível 1.5 que desenvolve 137 cavalos e está presente em outros cinco catálogos do SUV e transmissão automática de seis velocidades, além de  controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e central multimídia SYNC3.

Anúncio

A diferença no bolso do consumidor chega a ser brutal caso comparado com  a versão topo de gama, a Storm, com motor 2.0 e cujos preços partem caprichosamente de R$ 99.990,00.

Leia mais

→Vendas diretas de veículos crescem 28,3% em 2017

O segmento de veículos para pessoas com deficiência tem registrado um expressivo crescimento nos últimos anos. Por conta disso, quase todas os fabricantes têm opções para atender a esse público.

Pela Lei Nº 8.989, de 1995, portadores de deficiências ou parentes que colaborem com sua mobilidade podem comprar um automóvel novo, com valor máximo de R$ 70 mil, a cada dois anos  e isento de IPI e ICMS, dentre outros benefícios.

As vendas diretas totais, que incluem negócios com pequenos e grandes frotistas, responderam por mais de 41% dos modelos Ford emplacados no Brasil no ano passado. Do total de automóveis e comerciais leves vendidos diretamente pelas montadoras no País em 2017,  a Ford ficou com 9,9% de participação, metade do registrado, por exemplo, pela Fiat e General Motors.


Foto: Divulgação/Ford