Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

Durante um fórum a respeito de emissão zero em Tóquio, Japão, a Nissan aproveitou para apresentar o protótipo da versão conversível do Leaf, o Open Car. A revelação e o evento também serviram para celebrar a marca de 100.000 unidades do modelo elétrico no mercado japonês desde que foi lançado, em 2010.

“As 100.000 unidades vendidas do Nissan LEAF são apenas o começo”, destaca Daniele Schillaci, vice-presidente executivo global de marketing vendas da Nissan. “Os proprietários são incrivelmente leais e a grande maioria escolherá um elétrico como seu próximo veículo. Juntos com nossos clientes, estamos comprometidos em avançar para um futuro com zero emissão.”

O Leaf é o automóvel elétrico mais vendido no mundo, somando mais de 300.000 licenciamentos em todos os mercados no quais está presente.

Leia mais

→Nissan confirma venda do Leaf no Brasil em 2019

→Nissan tem recorde de vendas na América Latina

→Oito novos Nissan eletrificados até 2022

→Nissan vendeu 5,77 milhões de veículos no ano fiscal 2017

Anúncio

Já confirmado pela Nissan, em março passado, durante o evento Nissan Futures, a América Latina será a próxima região a receber o modelo. Os lançamentos começam ano que vem pela Argentina e, depois, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Uruguai e Porto Rico.

A decisão de oferecer o Leaf aos mercados latino-americanos é baseada em estudo encomendado pela Nissan no qual mais de 80% dos entrevistados na região consideram a possibilidade comprar um veículo elétrico.

Os mercados da América Latina receberão a segunda geração do modelo, com visual renovado e mais potente. Antes tinha baterias com 24 kWh e, agora, entrega 40 kWh. Com isso a autonomia também aumentou de 120 km para 240 km com apenas uma carga.

A introdução do novo Nissan LEAF na América Latina faz parte do compromisso da companhia de lançar mais veículos elétricos em mais mercados ao redor do mundo, conforme determina seu plano de negócios global Nissan M.O.V.E. to 2022.

Juan Manuel Hoyos, diretor de marketing da Nissan América Latina, durante a primeira edição Nissan Futures, no Brasil, confirma o Leaf para a América Latina:

 


Fotos: Nissan/Divulgação