Por Redação | autoindustria@autoindustria.com.br

A indústria automobilística alemã ainda pode se gaber de ter as empresas mais inovadoras do mundo, ainda que a concorrência de outros polos e em especial da China esteja crescendo rapidamente. O “AutomotiveInnovations”, estudo anual do instituto alemão Center for Automotive Management (CAM), aponta o Grupo Volkswagen como o primeiro em inovação em todo planeta.

Duas outras montadoras alemãs, BMW e Daimler, aparecem, respectivamente, na segunda e terceira colocações no ranking da instituição. Completam o pódio das cinco primeiras montadoras mais inovadoras Toyota e Tesla, quarta e quinta colocadas.

O ranking do CAM foi baseado na avaliação de exatas 1.224 inovações de OEMs globais, chineses e de algumas outras empresas menores. O Grupo Volkswagen teve ​consideradas ​233 inovações. Dessas, afirmam os pequisadores, 45 podem até ser classificadas como mundialmente novas. A Daimler, por exemplo, teve 73 inovações e 26 consideradas mundialmente.

A Toyota alcançou a quarta posição depois de aparecer no 15º lugar na edição anterior do estudo. Outras empresas que subiram no ranking de forma mais acentuada foram a Tata, que saltou do 13º para  o sétimo lugar, e Honda, que passou da 12º para o nono posto.

Anúncio

LEIA MAIS

→Grupo Volkswagen bate recorde de vendas

→A invasão elétrica do Grupo Volkswagen

A Tesla, em contrapartida, figura no bloco das empresas que caíram no ranking. No ano anterior, a  empresa do bilionário Elon Musk aparecia no segundo posto. Outra empresa que teve seu protagonismo diminuído agora é a FCA: passou da oitava posição para o 14a.

“A inovação torna-se uma questão central de sobrevivência. Os resultados mostram que os fabricantes alemães estão atualmente enfrentando essa mudança ofensivamente. No entanto, ninguém deve se permitir um espaço para respirar “, avalia Stefan Bratzel, diretor do CAM.


Foto: Volkswagen