Ainda representam ações reduzidas e pontuais, mas as operadoras de ônibus começam a fazer suas apostas nos ônibus 100% elétricos. Bauru, no interior de São Paulo, é mais uma cidade a adotar a tecnologia em seu sistema de transporte público de passageiro com a aquisição de duas unidades da marca chinesa BYD pelas empresas Cidades Sem Limites e Grande Bauru, do Grupo Constantino.

A primeira unidade deve começar a circular em 10 de setembro próximo na linha Nobuji Nagasawa-Centro, e até o início de outubro entre em operação a segunda unidade em rota a ser ainda definida. Os modelos adquiridos, denominados D9W, foram encarroçados pela Marcopolo, têm capacidade para 32 pessoas sentadas e 38 em pé, além espaço destinado a cadeirante.

O chassi D9W, produzido na unidade da empresa em Campinas (SP), admite carrocerias com até 13,2 metros de comprimento. O veículo é equipado com dois motores elétricos de 150 KW integrados nas rodas do eixo traseiros que, juntos, geram o equivalente a 402 cv. O veículo ainda é do tipo com piso baixo, traz suspensão pneumática, freios a disco regenerativos e sistema de ajoelhamento. As baterias são de ferro-lítio que, segundo a fabricante, proporciona autonomia de 250 km e necessidade de 4 horas para a recarga total.

“A entrada em operação dos dois veículos é um modelo embrionário de transporte público sustentável que, certamente, será o modelo adotado pelas principais cidades do mundo nos próximos 30 anos”, observa Clodoaldo Gazzetta, prefeita de Bauru.

Anúncio

LEIA MAIS

→Makro e BYD ofecem recarga gratuita para veículos elétricos

→Volare elétrico está sendo testado em Santos

Como o munícipio do interior paulista, nos dois meses últimos meses Uberlândia (MG), Volta Redonda (RJ) e Brasília (DF) também receberam ônibus elétricos da BYD, totalizando 12 unidades. Já operam no País, no entanto, 38 ônibus desde que a empresa se instalou em Campinas, em 2015. No mundo, a BYD contabiliza mais de 35 mil ônibus elétricos entregues em 160 cidades.

A estimativa da companhia é encerrar o ano com vendas de 60 unidades, de acordo com informação de Wilson Pereira, vice-presidente sênior de vendas da BYD no Brasil, para o Diário do Transporte durante a Lat.Bus 2018, realizada no início de agosto.


Foto: BYD/Divulgação