Ele chegará às ruas europeias somente no fim do ano, mas desde a segunda-feira, 19, o e-tron —assim mesmo, grafado com letras minúsculas — é o primeiro Audi totalmente elétrico produzido em série pela marca alemã. O utilitário esportivo, apresentado esta semana na cidade de São Francisco, Califórnia, já tem até preço definido: € 79,9 mil na Europa. Sua importação para o Brasil deve começar já no ano que vem.

O SUV é fabricado em planta do Grupo VW em Bruxelas, na Bélgica. Está longe de representar uma ruptura de estilo e desenho com relação aos demais produtos da montadora.  Ao contrário, a não ser por inscrições ou dispositivos como retrovisores virtuais — câmeras substituem os espelhos — dificilmente uma pessoa menos aficionada por automóveis desconfiará se tratar de um marco tecnológico para empresa.

 

Câmeras retrovisoras em vez dos mais que centenários espelhos

Até porque as grandes diferenças mesmo do novo modelo estão ocultas. O SUV é equipado com dois motores elétricos que geram 408 cavalos e nova geração da tração nas quatro rodas, que  distribui e regula contínua e variavelmente de forma ideal o torque entre os dois eixos.

Anúncio

Contribui também para o equilíbrio e estabilidade do utilitário esportivo a localização central sob assoalho do conjunto de baterias que pesa ainda a enormidade de 700 quilos, ou, de maneira simplória, o peso médio de dez ocupantes.

Apesar dessa carga toda e do porte avantajado, fica entre os conhecidos Q3 e o Q5, o e-tron, afirma a Audi, parte da imobilidade e chega aos 100 km/h em apenas 5,5 segundos.

LEIA MAIS

→Grupo Volkswagen quer 10 milhões de elétricos sobre a plataforma MEB

→Audi inaugura linha de produção de motores elétricos

Segundo a Audi, o e-tron tem autonomia ideal percorrer longas distância, cerca de 400 quilômetros. “Durante mais de 90% de todas as desacelerações, o e-tron recupera a energia exclusivamente por meio de seus motores elétricos. O SUV aproveita seu potencial máximo de recuperação em combinação com o sistema de controle integrado de freios eletro-hidráulicos”, explica a montadora.

Ainda assim, em caso de eventualidade, o sistema de navegação com o planejador de rotas é outra garantia: ele indica caminhos apropriados com postos de carregamento.

 


Fotos: Divulgação/ Audi