A Volkswagen Caminhões e Ônibus encerrou o primeiro trimestre com mais de 1,4 mil ônibus negociados no mercado interno. O número equivale a nada menos do que três vezes os 435 licenciamentos registrados no mesmo período do ano passado.

Portanto, se o mercado de ônibus cresceu 71%  na comparação anual dos três primeiros meses,  a VWCO teve desempenho ainda mais impressionante e saltou cerca de 226%.

Os emplacamentos do primeiro trimestre já representam mais de 40% dos 3,4 mil veículos que a montadora negociou em todo o ano passado e garantiram participação de 22,9%, contra os 12,3% que detinha um ano antes.

Muito da evolução da VWCO se deve ao mercado paulista, o maior do  País. No último trimestre, a empresa fechou vários pacotes de vendas para os transportadores da Capital e interior do Estado. No total, entregou 330 veículos às empresas paulistas, praticamente um quarto do que negociou em todo o território nacional

Dentre os principais contratos estão 45 unidades do Volksbus 17.230 ODS para a Vila Galvão, empresa de Guarulhos, município da região metropolitana de São Paulo, e outros 32 ônibus para Itatiba, no interior. Já na capital, foram entregues, por exemplo, sete Volksbus 18.280 OTS Low Entry para a empresa KBPX.

Anúncio

O avanço no  segmento de ônibus em respaldado também pela oferta de contratos  de manutenção para as empresas de transporte de passageiros, antes oferecidos somente para caminhões.

Os planos Volkstotal Prev, Powertrain, Primeserv e Plus foram organizados para atender ônibus que atuam em operações de fretamento e rodoviário com até 10 mil quilômetros ou seis meses de uso. Segundo a fabricante, os planos representam alternativas para controle de custos e asseguram previsibilidade de gastos com cuidados preventivos, disponibilidade do veículo e planejamento dos serviços na rede, com profissionais dedicados aos contratos.

LEIA MAIS

→VWCO inaugura mais uma linha de produção no México

→VWCO negocia ônibus para o Equador


Foto: Divulgação/VWCO