Freitas: pontos de descanso nas estradas.

O BNDES, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, terá  cerca de R$ 500 milhões para  linha de crédito especial destinada exclusivamente a caminhoneiros autônomos. Os recursos deverão ser utilizados apenas para aquisição de pneus e manutenção dos veículos destinados ao transporte de carga.

A nova linha faz parte de pacote de medidas revelado nesta terça-feira (16) pelo governo federal para o setor de transporte, uma tentativa de contornar a ameaça de nova paralisação dos caminhoneiros, insatisfeitos com os frequentes aumentos no preço do diesel.

Para beneficiar exclusivamente os caminhoneiros autônomos, o credito será limitado àqueles que possuem no máximo dois caminhões registrados em seu nome. A linha de crédito deverá ser ofertada inicialmente pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Anúncio

Cada caminhoneiro terá direito a R$ 30 mil para comprar pneus e fazer a manutenção dos seus veículos. Mas nção foram reveladas ainda as taxas de juros dessa linha, nem prazos ou quando o crédito começa a ser oferecido.

O governo anunciou também a liberação de R$ 2 bilhões do orçamento do Ministério da Infraestrutura para obras emestradas.  “Esse orçamento será fundamental para manutenção de rodovias importantes e continuação de obras que  vão melhorar a qualidade de vida e diminuir tempo de transporte”, afirmou  o ministro Tarcísio Freitas, que revelou que  serão construídos pontos de descanso até mesmo em rodovias sob concessão.

Inicialmente, o governo assegurou que os recursos  serão destinados à conclusão da BR-381/MG; conclusão da duplicação da BR-116 no Rio Grande do Sul, entrega da Segunda Ponte do Guaíba no mesmo estado, à conclusão da pavimentação da BR-163 no Pará, ao término da duplicação da BR-101 na Bahia, à construção de oito pontes de na BR-242 no Mato Grosso e à complementação de trecho da BR-135 no Maranhão.


Foto: Agência Brasil