Um veículo mundial urbano 100% elétrico do segmento A é a principal novidade apresentada pelo Grupo Renault no Salão do Automóvel de Xangai, na China. O modelo City K-ZE será produzido naquele país por meio da joint venture da eGT New Energy Automotive com a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, que tem parceria lá com a montadora Dongfeng.

A comercialização do novo compacto elétrico, que tem estilo SUV, será anunciada até o fim do ano. Nesta terça-feira, 16, durante coletiva de imprensa no Salão de Xangai, o CEO do Grupo Renault, Thierry Bolloré, apresentou os projetos da marca para a região asiática, que prevêem a venda anual de 550 mil veículos como parte do plano estratégico Drive the Future.

De acordo com o executivo, a estreia mundial do Renault City K-ZE em Xangai abre um novo capítulo na história da Renault, que com ele ingressa no mercado chinês de veículos elétricos, o mais importante e mais dinâmico do mundo.

LEIA MAIS

Com Brasil como destaque, Grupo Renault bate recorde mundial em 2018

Renault amplia gama de elétricos

Renault Zoe em projeto de compartilhamento

Anúncio

Apresentado como conceito no Salão do Automóvel de Paris, o novo compacto é o sexto veículo elétrico da gama Renault e o primeiro elétrico do segmento A a ser produzido pela marca, por meio de joint-venture, naquele país.

Com uma distância entre-eixos de 2.423 mm e um porta-malas de 300 litros, o novo carro elétrico tem múltiplos modos de recarga e é compatível com tomadas residenciais de 220 V e infraestruturas públicas.

De acordo com a fabaricante francesa, a recarga rápida permite passar de 0% a 80% da carga da bateria em 50 minutos. Para completar 100% da carga, a recarga padrão leva apenas 4 horas para ser concluída, “o que se adequa perfeitamente a um estilo de vida urbano e agitado”, avalia a Renault.

O City K-ZE traz ainda um sistema interativo com tecnologia de ponta no segmento, equipado com uma tela colorida de LCD multifuncional touchscreen de 8’’, que permite aos passageiros se manterem permanentemente conectados por meio de um aplicativo – mesmo à distância.

O sistema inclui navegação conectada e serviços que permitem monitorar as funcionalidades associadas ao veículo elétrico em tempo real. Os usuários também têm acesso a recursos como WiFi 4G, reconhecimento de voz e entretenimento online.


Foto: Divulgação/Renault