A PSA lidera o mercado de veículos utilitários leves na Europa. A montadora francesa deteve 24,7% das vendas no continente em 2018, quando negociou mundialmente 564 mil unidades de mais de uma dezena de modelos das marcas Peugeot, Citroën e Opel-Vauxhall.

Os utilitários têm importante papel na segunda fase do estratégico mundial Push to Pass, que objetiva fazer do conglomerado francês, ainda na primeira metade da próxima década, protagonista em produtos, lucratividade e serviços de mobilidade.

A montadora vem ampliando, nos dois últimos anos, a oferta dos chamados VULs em diversos mercados, como a América Latina, Áfirca e Ásia.

Mas, para se manter à frente da concorrência na Europa, ainda seu maior mercado global,  a PSA  ataca em outra frente: a eletrificação. Veículos elétricos são, no entender dae Carlos Tavares, principal exeuctivo mundial da PSA, a única alternativa das montadoras para  atenderem as normas e restrições de emissões da próxima década no continente.

O cronograma da PSA prevê que toda a linha europeia de veículos utilitários do grupo conte com ao menos uma versão elétrica até 2021. Os Peugeot Boxer  e Citroën Jumper elétricos foram apresentados nesta semana no Birmingham Commercial Vehicle, Inglaterra, e chegarão às revendas europeias este ano com dautonomias de 225 km e 270 km.

Anúncio

Ambos são produzidos  na fábrica de Sevel, em Val di Sangro, localizada na coste leste da Itália, e depois eletrificados e homologados pelo parceira BD AUTO.

A PSA já vende os furgões compactos elétricos Peugeot Partner Tepee e Partner, Citroën E-Berlingo Multispace e  Berlingo. Os médios Peugeot Expert e Traveller, Citroën Jumpy e SpaceTourer, Opel-Vauxhall Vivaro Cargo e Vivaro Life terão motores elétricos já no ano que vem.

LEIA MAIS

→PSA atualiza Peugeot 2008 nacional

PSA quer dobrar rede Peugeot Citroën em 4 anos

 


Foto: Divulgação/PSA