Aunidade fabril da Volvo Cars de Torslanda, na Suécia, foi responsável pela produção do primeiro modelo blindado de fábrica da marca. O utilitário esportivo XC90 possui classificação de proteção VPAM BRV 2009 / ERV2010 VR8, que indica resistência explosiva e balística por todo o carro.

Segundo o diretor de marketing da companhia para veículos especiais, Stephan Green, além de ampliar o portfólio de produtos, a novidade “nos permite oferecer um carro que entrega alto nível de segurança ao mesmo tempo em que mantém as propriedades fundamentais do carro”.

A Volvo começou a desenvolver o veículo com esta classificação de proteção há pouco mais de dois anos após diversas solicitações de clientes. De acordo com a marca, o XC90, construído a partir da versão topo de linha Inscription, é o mais adequado na linha de empresa para receber o nível de blindagem que passa a oferecer.

LEIA MAIS

Com tecnologia conjunta, Volvo e Uber produzirão autônomos

Volvo Car fecha contrato de baterias por 10 anos

Anúncio

Procura por carros blindados cresce 50% no Rio de Janeiro

A versão blindada recebe revestimento de aço de alta resistência com dez milímetros de espessura e vidro que que podem ter até 50 mm. Com o aumento de material, o carro ganha 1,4 mil kg, passando a ter peso total de quase 4,5 mil kg. Em virtude disso, o veículo também recebe novo chassi, mais reforçado, e freios mais robustos.

A oferta de modelos Volvo blindados também chegará à região da América Latina, porém, em versão mais leve de blindagem. Após a produção, o veículo será adaptado no Brasil e, partir daqui, exportados para outros mercados.

A marca exportará o XC90 T6 e o XC60 T6, ambos na versão Inscription, para qualquer mercado do mundo. No País, a fabricante sueca oferecerá a blindagem leve de fábrica para o XC90, XC60 e XC40. O início das vendas está programa para o primeiro semestre do ano que vem.


Foto: Volvo Cars/Divulgação