AFord voltou a ocupar a sétima colocação do mercado de automóveis e comerciais leves em julho, mesma posição que teve em maio, e no acumulado dos primeiros sete meses do ano está em sexto lugar, atrás das três líderes tradicionais do mercado – GM, VW e Fiat – e também da Toyota, Hyundai e Renault.

A General Motors fechou julho com 40,5 mil emplacamentos e participação de 17,4%. A Volkswagen é vice-líder com 36 mil unidades comercializadas e fatia de 15,5%, seguida da marca italiana eom 32,5 mil licenciamentos e 14% de participação.

Na sequência do balanço de julho vêm Toyota, Hyundai e Renault, com participações de, respectivamente, 8,8%, 8,3% e 8,03%. A Ford vendeu 18.498 automóveis e comerciais leves, com fatia de 7,96% e volume bem próximo dao da Renault (18.498).

No comparativo do acumulado dos primeiros sete meses deste ano com relação ao mesmo período de 2018, verifica-se que as três primeiras colocadas ganharam participação de mercado. A da GM passou de 16,9% para 17,7%, a da Volswagen de 14,2% para 15,1% e a da Fiat de 13% para 13,8%.

Já a Ford, que em 2018 era a quarta colocada, reduziu sua fatia de mercado de 9,5% para 8,2%, enquanto a Renault ampliou participação de 8,4% para 8,9%, posicionando-se em quarto lugar no acumulado dos sete meses.

Anúncio

LEIA MAIS

No ano de seu centenário no Brasil, Ford fechará São Bernardo do Campo

Mercado de veículos acumula 12% de crescimento no ano

Mercado de caminhões acumula alta de 43% até julho

A Toyota também ganhou penentração no mercado, passando de 8% para 8,3%, a quinta posição no ranking geral. Já a Hyndai teve porcentual reduzido de 8,6% para 8%, ficando em sétimo lugar no balanço anual (em julho, particularmente, a marca coreana foi a quinta colocada, com fatia de 8,3%).

As respectivas participações deixam clara a acirrada competição entre o quarto e sétimo colocado, todos atualmente na casa dos 8%.


Imagem: Pixabay