A FPT Industrial acaba de superar a marca de 500 mil motores fabricados na América do Sul. O número histórico foi alcançado graças ao empenho das fábricas de Sete Lagoas, MG, e Córdoba, na Argentina, que produziram nos últimos dez anos mais de 508,5 mil propulsores para os segmentos de veículos comerciais, agricultura, construção, geração de energia e marítimo.

Somente em 2018 deixaram a linha de produção 25 mil unidades da unidade brasileira e 17 mil da planta argentina. O Brasil é responsável pela fabricação das famílias F1, NEF e S8000, ao passo que o país vizinho fica a cargo dos motores NEF e Cursor.

Divisão de motores, eixos, transmissões e geradores de energia da CNH Industrial, a FPT informou nesta segunda-feira, 19, que um entre quatro tratores vendidos no Brasil é movido por motores da marca, que é líder em propulsores movidos a gás natural, com mais de 40 mil unidades comercializadas no mundo.

A empresa, que exporta para diversos países do continente, como Chile, Cuba, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai, além do México, na América Central, destaca entre os principais investimentos que vem fazendo desde 2015 os que estão sendo direcionados ao desenvolvimento da tecnologia e preparação das unidades para a produção dos motores MAR-I/Tier 3.

Anúncio

LEIA MAIS

CNH Industrial selecionará 400 estagiários para dez fábricas

FPT: oportunidade de localizar componentes com o Proconve P8.

Os aportes em otimização e melhorias dos processos levaram as fábricas de Sete Lagoas e Córdoba a obter, em 2016 e 2018, as certificações do WCM, World Class Manufacturing, sistema da CNH Industrial estruturado na melhoria contínua, projetado para eliminar desperdícios e perdas do processo de produção.


Foto: Divulgação/FPT Industrial