Nesta quinta-feira, 29, a Honda Automóveis deflagra uma inédita e corajosa campanha publicitária nacional para alertar o consumidor sobre a importância de atender às convocações do recall do sistema de airbag da Takata presente nos modelos da marca.

Um vídeo de uma história real é a peça de maior impacto. Nele, Tiago Ferreira, proprietário de um Civic 2007 que foi vítima de estilhaços do insuflador do airbag no ano passado, acionado em uma colisão, conta que quase perdeu a visão em decorrência disso.

LEIA MAIS

→ Honda convoca 27,5 mil veículos por defeito no airbag

→ Honda amplia oferta do Civic com nova versão de entrada

O Civic de Ferreira estava relacionado entre os milhares de veículos convocados duas vezes em 2015 para a troca do insuflador, mas não passou pela rede da Honda para fazer o reparo.

O testemunhal chama a atenção também pelo fato de mencionar o nome da fornecedora do sistema e lembrar que os airbags da Takata equipam milhões de veículos de outras montadoras também.

Anúncio

A campanha começa nos meios digitais, incluindo mídias sociais e no WhatsApp. O próprio Tiago Ferreira conclama o compartilhamento do vídeo. A ideia é maximizar o alcance da mensagem e aumentar o atendimento aos chamamentos, hoje, segundo a Honda, da ordem de apenas 58%.

Marcelo Langrafe, diretor de Peças e Serviços Pós-Venda da Honda South America, afirma que a empresa tem encaminhado diversas ações para conscientizar os proprietários de qualquer veículo da marca que demanda alguma revisão ou reparo. No caso específico dos airbags da Takata, devido à gravidade, tem ido até além do que exige a legislação, assegura o executivo.

A campanha contemplará ainda a veiculação do vídeo em rede nacional de televisão, distribuição de folhetos em pedágios, envio de correspondência e um call center. A montadora estabeleceu ainda parcerias com autoridades de trânsito estaduais e federais para a localização dos proprietários dos veículos afetados.

LEIA MAIS

→ Honda encerrará produção de automóveis na Argentina

→ Procon notificará VW sobre atraso em reparos de recall


Foto: Divulgação/Honda