A Volkswagen confirmou o lançamento mundial do ID.3 no Salão do Automóvel de Frankfurt, Alemanha, de portas abertas ao público de 12 a 22 de setembro. O modelo totalmente elétrico representa o primeiro de uma nova família de automóveis construídos sobre a plataforma MEB, desenvolvida especialmente para carros elétricos.

Com o objetivo de oferecer um carro elétrico de acordo com o perfil de uso do consumidor, o ID.3 colocará à disposição do mercado opção de três tamanhos de baterias: grande, média e pequena, com 77 kWh, 58 kWh e 45 kWh, respectivamente.

A depender da escolha, a autonomia do carro poderá variar de 330 a 550 quilômetros. O conjunto ainda terá capacidade para entregar alcance de 290 quilômetros a partir de uma recarga de 30 minutos. A fabricante garante ainda vida útil das baterias por oito anos ou 160 mil quilômetros.

O ID.3 tem tração traseira e desenvolve 150 kW (204 cv) de potência. O preço ainda está definido, mas a VW garante que o valor da versão de entrada ficará abaixo de € 30 mil (por volta de R$ 138 mil) na Alemanha. O início da produção está previsto para o fim 2019 e as primeiras entregas em meados do ano que vem.

LEIA MAIS

→Grupo Volkswagen vende menos, mas fatura e lucra mais no semestre

Anúncio

→Volkswagen investirá € 44 bilhões no mundo até 2023

→Grupo Volkswagen quer 10 milhões de elétricos sobre a plataforma MEB

Logotipos – A exposição alemã também será palco de anúncios de novos posicionamentos da empresa. Além do reforço que a marca já vem fazendo em cima do que define como Nova Volkswagen, a empresa apresentará oficialmente seu novo logotipo, que deixará de ter aparência tridimensional sob fundo azul para ser substituído por um bidimensional de fundo preto.

O prédio da sede, em Wolfsburg, será o primeiro a receber o novo logotipo e, em seguida, a mudança segue pelas instalações da empresa e de revendedores em todo o mundo a partir do início de 2020, com substituições de mais de 70 mil logotipos. O primeiro modelo a receber o emblema redesenhado será a próxima geração do Golf, programado para estrear o ano que vem.


Foto: Volkswagen/Divulgação