Diante da crise econômica na Argentina que vem provocando redução dos negócios com o país vizinho, a indústria brasileira de autopeças segue firme na busca de novos mercados para diversificar sua atuação no exterior.

O Sindipeças confirmou nesta sexta-feira, 18, a participação de fabricantes brasileiros na Autotech, feira anual de reposição automotiva que acontece de 13 a 15 de dezembro na cidade do Cairo, no Egito. Além disso, divulgou balanço de rodada de negociações na Rússia no mês passado, que teve a participação de 14 fabricantes brasileiros.

Em 92 encontros, os produtos brasileiros foram mostrados a 29 potenciais importadores da própria Rússia e também da Bielorússia e do Cazaquistão. “A expectativa é de US$ 4 milhões de vendas em doze meses”, informa o Sindipeças.

LEIA MAIS

Importação de autopeças cai 18,4% no ano

Déficit das autopeças recua 36,7%, para US$ 2,84 bilhões

Assim como a visita à Rússia, também a ida ao Egito faz parte do projeto Brasil Auto Parts – Trusted Partners, que envolve parceria do Sindipeças com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

Anúncio

Com Relação ao Egito, a entidade que representa a indústria de autopeças lembra que esse país e o Mercosul são signatários de recente acordo de livre comércio. Embora ainda em baixos volumes, as exportações para lá estão crescendo este ano.

De janeiro a setembro os embarques para o Egito somaram US$ 12,1 milhões, volume bem próximo ao obtido durante o ano de 2018 inteiro, que foi de US$ 12,3 milhões. Consolidados pelo Sindipeças, os dados são da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia.

Dentre outras ações em andamento, acontece este mês, entre os dias 21 e 25, o 12º Projeto Comprador. Dezoito compradores de 12 países, dentre eles África do Sul, Colômbia, Costa Rica, Emirados Árabes, Estados Unidos, Irã e México, participarão de encontros de negócios com 88 fabricantes brasileiros em São Paulo, SP, e Caxias do Sul, RS, em programação que envolve visitas a fábricas das duas localidades.