A indústria automobilística está muito bem representada no Best Global Brands, estudo anual da consultoria Interbrand que identifica as marcas mais valiosas do mundo. São 16 empresas no top 100 do vigésimo levantamento. Destaques para Toyota e Mercedes-Benz que aparecem, respectivamente, na 7ª e 8ª colocações geral e são as mais valiosas do setor.

A marca japonesa valorizou 5% no último ano e agora é avaliada em US$ 56,2 bilhões, enquanto a alemã é estimada em US$ 50,8 bilhões, também valorização de 5%. A BMW (US$ 41,4 bi) é a terceira marca de veículos mais cara do mundo e  ocupa 11ª posição no ranking geral.

Dentro das 100 marcas mais valiosas, estão ainda Honda (21ª), Ford (35ª), Hyundai (36ª), e Volkswagen (40ª), além de outras nove nomes do setor automotivo.

Apesar dessa presença e posições de destaque no ranking, marcas de automóveis estão muito longe das líderes. As três mais caras do mundo seguem as mesmas dos últimos levantamentos, com valores que representam até quatro vezes mais do que a Toyota.

Anúncio

A líder  é a Apple, que valorizou 9% com relação à pesquisa anterior e custa algo como US$ 234,2 bilhões, seguida pelo Google (US$ 167, 7 bi) e Amazon, que registrou incremento de 24% e está cotada a US$ 125 bilhões. Apple e Google mantiveram ass duas primeiras posições pelo sétimo ano consecutivo.

Novidade no ranking das 100 marcas mais caras é a presença de uma empresa de mobilidade pela primeira vez.  O Uber estreia na 87ª posição, avaliado em US$ 5,7 bilhões.

 

As 10 marcas automobilísticas mais valorizadas

MarcaValor (em US$ bi)
Toyota51,6
Mercedes-Benz49,3
BMW39,7
Honda21,7
Hyundai14,3
Tesla12,8
Ford12,6
Audi 12,4
Volkswagen12,3
Porsche11,3
Fonte: Interbrand

Foto: Divulgação