Já em sua sexta edição, o Prêmio GM de Sustentabilidade reconhece as melhores práticas em prol da visão da montadora de zero acidente, zero emissão e zero congestionamento, avaliando ações de fornecedores, concessionárias e colaboradores.

Na terça-feira, 22, quando inaugurou as novas instalações da sua fábrica de motores em Joinville, SC, a General Motors revelou os vencedores deste ano e promoveu a entrega dos prêmios aos melhores projetos de sustentabilidade de 2019.

LEIA MAIS

GM amplia produção em Joinville para 410 mil motores/ano

Carlos Zarlenga, da GM: “Fico contente que tudo deu certo”.

VW passa a avaliar sustentabilidade dos fornecedores

Os vencedores foram a Cooper Standard, a concessionária Chevrolet Uvel e a funcionária Clarice Damião. O  júri é composto pelo Comitê de Sustentabilidade da General Motors, seguindo critérios como inovação e relevância para o negócio.

“É uma honra para mim estar presente aqui em uma das fábricas mais sustentáveis do mundo para reconhecer iniciativas de sustentabilidade que estão presentes em toda a nossa cadeia: desde os fornecedores, passando pelos nossos empregados, até chegarmos ao cliente final nas concessionárias”, comentou  Marcos Munhoz, vice-presidente da GM América do Sul e presidente do Comitê de Sustentabilidade, ao entregar os troféus aos vencedores.

O executivo lembrou que o tema deste ano foi de extrema importância, envolvendo reciclagem e, consequentemente, o adequado destino do lixo: “Todas as nossas fábricas no Brasil são zero aterro e estamos caminhando para termos todas as nossas instalações da GM no mundo com essa certificação muito em breve”.

Anúncio

A Cooper Standard venceu o prêmio como melhor fornecedora por realizar coleta seletiva, reciclagem e coprocessamento dos seus resíduos em busca do zero aterro. A empresa também faz tratamento de efluentes líquidos e gasosos, gestão de energia e emissão de CO2 e do consumo de água, além de promover ações socioambientais com a comunidade.

Dentre os projetos que garantiram à concessionária Uvel o prêmio da GM na categoria, destaque para os de captação de água pluvial, uso de telhas translúcidas para privilegiar a iluminação natural, coleta seletiva de resíduos, reutilização de insumos químicos, qualificação da mão de obra, neutralização de resíduos contaminados e capacitação da comunidade em mecânica básica.

A funcionária Clarice Damião, por sua vez, foi premiada por tem coordenado o projeto Polinizadores, com um hotel de abelhas construído com madeira reciclada e jardins que utilizam pneus reutilizados.

Em Joiville, onde trabalha Clarice, a GM tem uma das fábricas mais sustentáveis do mundo. A unidade foi a primeira a implantar um conjunto de sistemas pioneiros na área de eficiência energética e proteção ao meio ambiente, com destaque para a energia fotovoltaica – gerada a partir da luz do sol, reciclagem de água industrial por meio de osmose reversa e tratamento inédito de efluentes e esgotos por meio de jardins filtrantes.

A unidade também possui 100% dos resíduos industriais reciclados e todas as ações implantadas a partir da sua inauguração no final de 2013 foram mantidas e até mesmo ampliadas no processo de expansão da fábrica, que ampliou capacidade de 174 mil para 410 mil motores/ano.


Foto: Divulgação/GM