Os interessados em comprar o novíssimo Chevrolet Onix Plus, modelo lançado pela General Motors há apenas dois meses, terão que esperar um pouco mais. Após o relato de dois episódios de incêndio com o modelo, a montadora suspendeu as entregas para suas quase seiscentas concessionárias em todo o Brasil.

Em comunicado, a GM afirma que, embora siga aceitando pedidos e vendendo o carro, atualizará o software de gerenciamento do motor antes de retomar as entregas. A empresa também está convocando os proprietários das cerca de 7 mil unidades do Plus que já estão nas ruas para a mesma operação.

A decisão de retardar as entregas e fazer o recall foi tomada imediatamente após a veiculação, nas redes sociais, de vídeo no qual um exemplar do sedã aparece totalmente destruído pelas chamas em uma estrada do Maranhão.

Em setembro, outra unidade foi  consumida pelo fogo no pátio da própria fábrica de Gravataí, RS, onde o modelo é produzido. Na nota oficial, porém, a montadora assegura que, neste caso, o incêncio se deveu a  um “fator que não tinha relação com o projeto do veículo”.

A GM afirma que, para apresentar a falha, o software de gerenciamento do motor precisa estar sob condições  específicas combinadas de pressão atmosférica, temperatura ambiente, umidade relativa do ar e combustível. Contudo, essa situação, acrescenta a montadora,  é alertada por sinal visual no painel de instrumentos que indica a anormalidade de funcionamento do motor.

Anúncio

Os proprietários do Plus deverão procurar a rede  de concessionárias Chevrolet, onde o reparo será efetuado gratuitamente. A empresa, porém, não informou ainda a data para início dessas intervenções nem mesmo quanto tempo levará a autalização de cada carro. Mas antecipou que oferecerá veículos substitutos, se necessário.

LEIA MAIS

→ GM abre programa de demissão voluntária em São José dos Campos

→ GM lança nova geração do Onix sem alterar preços


Foto: Divulgação/GM