Após registrar recorde no volume de crédito negociado no segmento veicular no ano passado, de R$ 84,4 bilhões, alta de 23,8% sobre 2018, a Abac, associação que reúne as administradoras de consórcio estima continuidade de crescimento em 2020.

Projeção do departamento econômico da entidade aponta evolução de 7% a 20% nas vendas de novas de consórcio no segmento automotor, o maior do sistema, com mais 80% dos atuais participantes ativos.

Por categorias, a de veículos leves o avanço esperado se encontra na faixa de 7% a 10%, em até 20% na de pesados, o que inclui máquinas e implementos agrícolas, e de 4% a 7%, na de motocicletas.

Juros baixos e reformas na agenda

A projeção de um cenário positivo considera as frequentes reduções na taxa básica de juros, a inflação abaixo da meta e a agenda das novas reformas, tributária e administrativas, além da recuperação do emprego e do consumo, apesar de lenta.

Anúncio

“Ao observar pouca possibilidade de rendimentos com a queda nos juros, o brasileiro opta por consumir. Já para aquele que gere suas finanças pessoais com planejamento, tem no consórcio a oportunidade de concretizar seus objetivos de forma simples, econômica e consciente, sem se deixar levar pela impulsividade”, resume em nota Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da associação.

LEIA MAIS

→Venda de consórcio de veículos cresce 7,6% e sobe o tíquete médio

→Consórcio: “Quer aderir? Conheça bem o produto”.


Foto: Pixabay