As vendas de veículos reagiram em fevereiro no comparativo com janeiro, mas no acumulado do primeiro bimestre, com 394.445 emplacamentos, verifica-se pequena queda de 1% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram comercializadas 398.409 unidades.

De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 2, pela Fenabrave, o mercado automotivo, incluindo veículos leves e pesados, absorveu 200.987 veículos no mês passado, alta de 3,9% sobre janeiro (193.458) e de 1,2% no comparativo com fevereiro do ano passado (198.634).

Apesar de ligeira queda no acumulado do primeiro bimestre, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, diz que a entidade mantém suas expectativas otimistas para o ano. “O primeiro bimestre sofre com os impactos do período de férias escolares e com os compromissos de pagamentos acumulados no início do ano, como o IPTU e despesas com materiais escolares, além do reflexo da pausa para o carnaval”.

Diante desse quadro, o empresário avalia que o desempenho do primeiro bimestre pode ser considerado normal e sem surpresas com relação às projeções da Fenabrave, que estão mantidas em um crescimento geral em torno de 10% para 2020.

“Continuamos confiantes de que teremos um novo ciclo de crescimento nos próximos meses”, destaca Assumpção Jr., afirmando que a entidade só reavaliará as projeções para 2020 em abril, quando os impactos de alguns fatores, como o Coronavírus, já puderem ter sido efetivamente avaliados.

AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES

Anúncio

As vendas de automóveis e comerciais leves, somadas, atingiram 376.756 unidades no primeiro bimestre do ano, com leve queda de 0,98% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram licenciadas 380.472 unidades.

LEIA MAIS

Mercado de comerciais pesados encerra o bimestre em queda de 1,4%

Projeto que põe fim aos veículos a gasolina e diesel surpreende a Anfavea

Alta de 9% no número de veículos financiados

O desempenho de fevereiro, com 192.639 emplacamentos, indicou pequena alta de 1,48% sobre idêntico mês de 2019, quando foram vendidas 189.832 unidades. Na comparação com janeiro (184.117), a alta no segmento de veículos leves é de 4,63%, o que, na avaliação do presidente da Fenabrave, indica uma evolução do mercado.

Até porque as vendas diárias registram crescimento ainda maior, visto que fevereiro teve apenas 18 dias úteis, ante os 22 de janeiro. “Considerando todos os segmento que representamos, incluindo aí também as motocicletas, a média diária registrada no mês passado foi 20,35% superior à de vendas de janeiro”.

 


Foto: Pixabay