Enquanto montadoras de veículos têm prorrogado a interrupção das atividades em suas fábricas como prevenção à disseminação do coronavírus, a encarroçadora Marcopolo confirmou que retomará parcialmente a produção em suas unidades de Caxias do Sul, RS, e de Xerém, RJ, na segunda-feira, 13. A volta ao trabalho dos cerca de 500 trabalhadores da planta de São Mateus, ES, ainda está sendo avaliada.

A empresa, que concedeu férias coletivas de 20 dias a cerca de 10 mil funcionários a partir de 23 de março, afirma que seguirá “adotando medidas de prevenção e combate ao coronavírus e recomendações dos órgãos de saúde e governamentais” e que possui equipes médicas nas unidades para triagem, atendimento e encaminhamento de casos suspeitos. Remotamente, diz a Marcopolo, elas atenderão também funcionários que permanecem em casa e suas famílias.

Em Caxias do Sul, onde estão três plantas e pertor de 80% do quadro de funcionários, voltarão ao trabalho 25% dos profissionais do turno diurno e 25% do noturno, a maior parte nas áreas de produção. Em Xerém, metade do quadro de funcionários retornará.

Anúncio

Segundo a empresa, para evitar o contágio, os ônibus de transporte dos funcionários operarão com metade da ocupação e passarão por higienização entre as viagens. Os passageiros deverão utilizar máscaras de tecido durante o trajeto e, ao chegarem na fábrica, terão a temperatura corporal verificada.

Dentre outras medidas preventivas, foi determinada ainda a distância mínima entre os postos de trabalho, além do uso de máscaras de tecido e dos EPIs, de acordo com a função.

LEIA MAIS

→ Marcopolo tem faturamento recorde de R$ 4,3 bilhões


Foto: Vinicius Pauletti/Divulgação