Chevrolet Onix, Hyundai HB20, Ford Ka, Fiat Strada…. Quais os veículos que estão aumentando as vendas durante e quarentena? Esqueçam carros de entrada, modelos mais vendidos. Sim, eles continuam liderando seus rankings, mas os que mais cresceram entre abril e maio de 2020, em plena pandemia, foram os modelos mais caros.

Volkswagen Jetta, Toyota RAV4, BMW X4, Mitsubishi Outlander, Jeep Wrangler, Audi Q3 e Volkswagen Passat triplicaram os emplacamentos no período. Claro que se tratam de volumes bastante reduzidos: desses, o que mais vendeu foi o Jetta, 484 unidades. Mas todos duplicaram e até triplicaram as vendas em apenas um mês.

Levantamento mostra também que grande número de utilitários teve bom desempenho durante esse período de concessionárias de portas fechadas, com anegócios realizados basicamente pela internet. O bom desempenho dos utilitários já vinha sendo notado por contado aumento dos serviços de entrega em domicílio para atender a demanda das pessoas que permanecem confinadas.

Citroën Jumper e Peugeot Partner, embora com volumes desprezíveis, estão entre os que mais evoluíram no mês, assim como o Fiat Fiorino. Mas alguns utilitários perderam muito na pandemia, caso do Peugeot Boxer, que vendeu apenas 12 unidades e ficou em último lugar na lista dos perdedores.

Anúncio

O Hyundai Creta foi o modelo que mais cresceu no período entre os carros de grande volume — mais de 1 mil unidades em 30 dias: o SUV somou 1.123 unidades em maio. Fiat Argo (1.768 unidades) Volkswagen Polo (1.570), Ford Ranger (1.400) e Fiat Strada (1.983) estão entre os que mais cresceram nessa categoria.

Já alguns carros de grande volume perderam vendas: o Onix continua líder, mas teve queda de 8,9% (3.296 unidades) em relação a abril, o Onix Plus (-24%), Saveiro (-38%) e Ka sedã (-52%).

LEIA MAIS

→ Junho mostra reação no mercado interno de veículos

→ Somadas, Peugeot e Citroën têm só 1,5% do mercado brasileiro


Foto: Divulgação