A FCA, Fiat Chrysler Automobiles, anunciou no final da tarde desta quarta-feira, 1, a nomeação de Pierluigi Astorino como novo diretor de manufatura na América Latina. Com isso, o executivo italiano deixa o cargo de Plant Manager da fábrica Jeep, em Pernambuco, sendo substituído pela engenheira pernambucana Juliana Coelho, a primeira mulher a ocupar tal posição na região.

Astorino (38 anos) sucede o também italiano Francesco Ciancia, que retorna à Itália com a missão de liderar a manufatura dos brands Maserati e Alfa Romeo. No grupo desde 2013, Juliana Coelho (30 anos) assume agora uma das mais modernas fábrica da FCA no mundo, localizada no município de Goiana, Zona da Mata pernambucana.

“Estou feliz em estrear esse novo ciclo na FCA, é um desafio e eu gosto de desafios”, afirma a pernambucana, que iniciou a carreira dentro do grupo em 2013, como especialista de processo de pintura, passando por treinamentos em fábricas da FCA na Itália e na Sérvia.

Ela fez parte do primeiro time de funcionários do Polo Automotivo Jeep em Goiana, PE, e desde então construiu uma carreira ascendente na empresa. Exerceu os cargos de supervisora e gerente da pintura e gerente da montagem na Jeep, além de, mais recentemente, ter chefiado a área de VLM, Vehicle Line Manufacturing, responsável por novos desenvolvimentos na manufatura Latam, no Polo Automotivo Fiat, em Betim, MG.

LEIA MAIS

FCA mantém investimento, mas prorroga o ciclo em um ano

Renegade e Compass: Jeep paga até oito parcelas nas compras a prazo.

“Cresci com o DNA Jeep e essa experiência no VLM Latam me deu a oportunidade de entender melhor a região da América Latina, de adquirir uma bagagem interessante para essa nova etapa. Vamos continuar evoluindo dando ênfase ao desenvolvimento de produtos, a contínua melhoria de processos e investindo nas nossas pessoas, sem dúvidas um dos principais diferenciais da Jeep”.

Anúncio

 

Pierluigi Astorino, por sua vez, está no Grupo FCA desde 2006, inicialmente na planta de Mirafiori, Itália. Destacou-se na área de desenvolvimento de projetos nas fábricas das quatro diferentes regiões em que a empresa atua, tendo sido selecionado para compor o time do Projeto Pernambuco, sendo um dos responsáveis pela implementação e operação inicial da planta Jeep no Brasil por três anos. Após essa experiência, foi responsável pela engenharia de manufatura da FCA na América Latina e, em 2018, retornou a Pernambuco para então ocupar o cargo de Plant Manager.

“O grande desafio é continuar com a trilha do desenvolvimento de nossos talentos, acreditar no potencial do nosso time e expandir a excelência da manufatura para todas as plantas na América Latina. A meta é focar em capacitação, novas tecnologias e novos padrões, ampliando o alto nível de excelência da produção na região. Vamos buscar o selo Ouro no World Class Manufacturing”, destaca Astorino, referindo-se ao WCM, sistema de produção de classe mundial adotado em todas as fábricas do grupo no mundo.


Fotos: Divulgação/FCA