Em tempos de maior preocupação com higiene e saúde por causa da pandemia da Covid-19, a Marcopolo decidiu investir na apresentação da sua tecnologia BioSafe na Argentina em busca de novos clientes para a marca no país vizinho.

O modelo exportado para lá foi o Paradiso New G7 1800 DD, primeiro ônibus rodoviário destinado àquele mercado com diferentes soluções Marcopolo BioSafe, plataforma que apresenta serviços e soluções desenvolvidas para tornar o transporte coletivo mais seguro contra contaminações de vírus, incluindo o da Covid-19, e bactérias.

“Nosso objetivo é apresentar o veículo para as agências sanitárias e de saúde, além de entidades responsáveis pelo transporte rodoviário de passageiros”, explica André Armaganijan, diretor de estratégia e negócios internacionais da fabricante de Caxias do Sul.

A busca por novos negócios contra com a parceria do Grupo Fênix, representante comercial da marca no país e um dos principais grupos empresariais do setor de transporte. “A parceria está alinhada com a estratégia da Marcopolo para oferecer aos clientes soluções de biossegurança, serviços de excelência e contribuir com a adoção das melhores práticas para reconquistar a confiança dos passageiros”, destaca o diretor.

Anúncio

O modelo exportado para a Argentina tem 14 metros de comprimento e é equipado com luz UV-C para desinfecção do sanitário, cortinas antimicrobianas e dispensers de álcool em gel nas portas de acesso. Com capacidade para transportar 60 passageiros, sendo 48 poltronas semileito no piso superior e 12 leito no inferior,o veículo conta com entradas USB, controles individuais de iluminação e saídas de ar-condicionado.

Criado em 2003, o Grupo Fênix tem estrutura de atendimento conta com 3 mil m² de oficina coberta para pós-vendas, 1,5 mil m² de área semicoberta para serviços, 1 mil m² dedicados a peças de reposição e 400 m² de escritórios comerciais e administrativos.


Foto: Divulgação/Marcopolo/Edypo Alaniz