Ante queda de 39% no mês de junho deste ano em relação ao mesmo mês de 2019, o mercado de veículos iniciou julho com desempenho ainda mais fraco no comparativo interanual. Conforme dados divulgados pela Volkswagen, as vendas até segunda-feira, 6, totalizaram apenas 23.987 automóveis e comerciais leves, um recuo de 50% sobre às 48.441 comercializadas nos primeiros seis dias de julho do ano passado.

Nesse contexto negativo, a Volkswagen teve desempenho favorável, com redução de 34% no número de emplacamentos de veículos da marca, que baixou de 6.947 para 4.600 no mesmo comparativo. Com isso, sua participação no mercado de veículos leves chegou a 19,2%, índice que estava em 14,3% no período de 1 a 6 de julho de 2019. A marca fechou junho na liderança do mercado e encostou na General Motors no acumulado do semestre.

LEIA MAIS

Volkswagen lidera em junho e encosta na GM em 2020

VW vai negociar extensão das medidas de flexibilização de trabalho

Ao comentar sobre os números de julho, o presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si, enfatizou estar claro que o mercado não vai ter reação rápida no Brasil. A empresa vai renegociar medidas de flexibilização trabalhista com os sindicatos para evitar demissões, mas o executivo diz que não dá para ser otimista neste momento.

Anúncio

“Gostaria de ser otimista, mas estamos vendo um mês de julho com queda de 50% nas vendas. Vamos esperar o encerramento do mês e o comportamento das vendas em agosto para avaliar a necessidade de readequar nossas fábricas”.

No balanço dos primeiros seis dias de julho, a Volkswagen teve queda maior nos negócios do varejo, da ordem de 51% (2.059 unidades contra 4.208 no mesmo período do ano passado), do que na modalidade de vendas corporativas. Nesse caso, o recuou foi de apenas 7%, de 2.739 para 2.541.

Já o mercado de automóveis e comerciais leve como um todo apresentou queda menor no varejo do que nas vendas diretas – os índices foram de, respectivamente, 46% e 57%. Os negócios feitos pelas concessionárias atingiram 15.445 unidades neste início de julho, enquanto as vendas corporativas foram da ordem de 8.542.


Foto: Divulgação/VW