Maior fabricante global de veículos elétricos, a chinesa BYD, que no Brasil já fábrica ônibus e há alguns anos trouxe pouquíssimos carros para avaliação de frotistas, acaba de dar um arrojado passo global: lançou  o Han EV, sedã que conta com três versões elétricas e uma híbrida.

O Han, cujas vendas na Europa já estão confirmadas, é visto como concorrente direto dos carros da badalada Tesla, em especial do Modelo 3, e começa a ser negociado no mercado chinês por preços a partir de US$ 33 mil até os US$ 40 mil da versão topo de alto desempenho. A híbrida plug-in, batizada de DM — de Dual Mode, é a mais barata: US$ 31,5 mil.

O Han é o primeiro carro de volume da BYD que utilizará as baterias blade, bem mais finas e potencialmente mais seguras. A versão de longo alcance tem autonomia de 605 quilômetros. A topo, com tração nas quatro rodas, é o elétrico mais rápido em produção na China: vai de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos. O Han híbrido pode rodar 81 km no modo elétrico e não fica muito atrás no que se refere à aceleração: chega aos 100 km/h em 4,7 segundos.

Anúncio

Wang Chuanfu, presidente da BYD,  disse que o desensvolvimento do Han consumiu uma década do “estágio conceitual para a produção em massa” e que o carro será “referência para os principais veículos elétricos em termos de segurança, desempenho e luxo”. As baterias blade, diz a BYD, o tornam duas vezes mais seguro em comparação aos veículos elétricos dotados de baterias tradicionais de lítio.

De fato, o sedã sai chama a anteção não só pela estética ocidentalizada, mas também pela grande quantidade de  recursos de segurança e tecnologia. Sai de fábrica com 11 airgbags , seis câmeras e filtros de purificação de ar “altamente eficientes”, segundo a montadora.

Os muitos dispositivos eletrônicos — como sistema navegação inteligente, de identificação de pedestres, placas de trânsito e de aviso de colisão, piloto automático adaptativo e assistência em congestionamento — dividem a atenção com um acabamento requintado, que envolve painéis de madeira maciça, assentos revestidos em couro e acabamentos em alumínio.


Foto: Divulgação