Há décadas as redes de concessionárias no País discutem ações que envolvem mudanças visando maior satisfação do cliente e menor dependência da venda do carro 0 km. Mudanças certamente ocorreram, mas nada tão significativo como se viu este ano a partir do isolamento social imposto pela Covid-19.

A pandemia acelerou ações das montadoras e das redes no sentido de atender os consumidores com maior agilidade e não é absurdo dizer que nada mais será como antes a partir de agora. Dentre outras, uma tendência clara é a das concessionárias ocuparem espaço menor, oferecendo maior comodidade ao cliente tanto no atendimento presencial como digitalmente.

Ao divulgar o novo logotipo da marca na quarta-feira, 22, o diretor da marca Fiat e de operações comerciais no Brasil, Herlander Zola, foi taxativo ao falar do novo perfil do consumidor brasileiro: “O cliente está mais digital”. A empresa divulgou na ocasião que o tráfego nas redes digitais da montadora cresceu 60% e a participação do digital na jornada de compra dos clientes teve a expressiva alta de 90%.

Zola garante que a montadora já estava investindo em transformação digital e por isso não teve problemas em oferecer serviços do gênero durante a pandemia, ampliando a oferta de ferramentas para melhor atender o consumidor. Para comprar um carro da marca, o cliente já não precisa ir numa concessionária.

Anúncio

LEIA MAIS

Fiat lança novo logotipo e promete revolucionar a marca no País

A nova face e jeito das concessionárias Volkswagen

Todo o processo pode ser digital, por e-mail, telefone ou WhatsApp, incluindo negociação, preenchimento de ficha, avaliação do veículo usado a ser utilizado como parte do pagamento e aprovação do financiamento. O test drive e a entrega do veículo podem ser agendados na casa do cliente.

Mas a pandemia também mudará o perfil das vendas presenciais. Com o advento de um novo logotipo da marca, o quinto desde a sua chegada ao Brasil em 1976, a Fiat vai revitalizar todos os seus pontos de venda, com mudanças no lay out e nova identidade visual. O objetivo, segundo Zola, é oferecer uma experiência mais conectada e digital para o cliente no showroom, com uma nova abordagem da força de vendas e grandes investimentos em UX (user experience).

Dez das 500 concessionárias da marca já adotaram a nova identidade visual e a meta é chegar a 50% até o final do ano que vem e a 100% em 2022. Zola admite que com o novo perfil de compra as concessionárias tenderão a ocupar espaço físico menor, investindo na qualidade de venda e na mostra dos produtos de forma digital. Dentre as novidades na nova rede Fiat, um agradável espaço para o cliente tomar um cafezinho caso opte pela compra presencial.

 


Fotos: Divulgação/Fiat