Com a pandemia da covid-19, a fábrica da Volvo Construction Equipment de Pederneiras (SP) ganhou trabalho extra para atender pedidos de caminhões articulados a mercados que não constam habitualmente em sua carteira. Entrou em sua programação de produção 50 unidades do modelo A30G que serão embarcadas para Noruega, Inglaterra, Polônia, Alemanha, Bélgica, França e Israel.

As encomendas, com entregas que seguem até setembro a partir do porto de Santos (SP), foram provenientes da matriz sueca. Com a produção temporiamente suspensa em março devido ao novo coronavírus e diante da necessidade de cumprir com os contratos, a unidade brasileira foi acionada para ajudar.

Vocação exportadora

De acordo com a empresa, a fábrica do interior paulista é integrada ao sistema de produção global da marca, além de já possuir forte vocação para exportar. Por volta de 50% das máquinas de construção produzidas por lá seguem para o exterior.

Mercados como Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Oceania e os da região da América Latina são compradores habituais dos equipamentos construídos no Brasil. Além de caminhões articulados, a fábrica de Pederneiras produz pás-carregadeiras, escavadeiras e rolos compactadores.

Anúncio

“Somos reconhecidos por nossa flexibilidade industrial e alta qualidade. Estamos totalmente preparados para atender às necessidades de qualquer mercado Volvo no mundo”, destaca em nota Wladimir Garcia, vice-presidente de operações industriais da Volvo CE na América Latina.

“Devido ao alto valor agregado deste tipo de máquina, esse volume de 50 caminhões articulados é bastante expressivo”, completa Massami Murakami, diretor de planejamento estratégico da Volvo CE na América Latina.

Segundo a companhia, o caminhão articulado é uma invenção da Volvo, surgida em 1966, na Suécia, em um modelo com capacidade para 10 toneladas. Por ter articulação, o veículo oferece desenvoltura para operar em grandes canteiros de obras, caracterizados por terrenos irregulares. Hoje, a Volvo CE oferece linha com modelos para atender necessidades de 25 a 60 toneladas.

LEIA MAIS

→Volvo CE amplia a oferta para o fora de estrada


Foto: Volvo CE/Divulgação