ACummins e a Navistar reforçam parceria de oito décadas e anunciam a extensão de contrato de fornecimento de motores pelos próximos dois ciclos de emissão nos Estados Unidos. A líder global de energia será a provedora preferencial da Navistar de propulsores de grande porte para serviços médios e pesados ​​para caminhões International e os ônibus IC Bus, nos Estados Unidos e Canadá.

“Estamos entusiasmados em aprofundar o que já é uma forte parceria com a Navistar e abrange mais de 80 anos”, comenta Srikanth Padmanabhan, presidente do negócios de motores da Cummins. “A Navistar é uma parceira fundamental e acreditamos que os caminhões International LT Series, combinados com a motorização Cummins X15TM Efficiency e a transmissão Eaton Cummins Endurant HD, fornecem a melhor economia de combustível, melhor tempo de atividade e custo total de propriedade para nossos clientes”.

LEIA MAIS

Cummins fornece motores para pás carregadeiras da JCB

Scania e Navistar juntas em cooperação no Canadá

A Cummins lançou este ano o motor X15 Efficiency, adequado ao GEE, Programa Nacional de Emissões de Gases de Efeito Estufa, e está fornecendo para os clientes da International Truck o equipamento de 15 litros. Segundo Padmanabhan, esse motor oferece o desempenho que os clientes de serviços pesados ​​necessitam para atender às exigências do transporte de hoje e de amanhã.

Anúncio

“Estender esse relacionamento por meio de uma parceria de longo prazo garante que ambas as empresas serão capazes de colaborar e enfrentar os desafios dos próximos ciclos de emissões e além”, destaca o executivo, informando ainda que os motores Cummins B6.7 e L9 continuarão a alimentar os caminhões das séries International MV e HV Series, bem como os ônibus escolares IC Bus CE e RE Series da Navistar.

Phil Christman, presidente de Operações da Navistar, comenta, por sua vez, que este novo contrato oferecerá aos clientes da International os motores mais competitivos e com baixo consumo de combustível do mercado e destaca as vantagens em relação aos gastos com novos projetos:

“A extensão de nossa parceria permite que ambas as empresas otimizem futuros investimentos em pesquisa e desenvolvimento em tecnologias existentes, bem como a flexibilidade para investir em tecnologias avançadas”, conclui Christman.


Foto: Divulgação/Cummins