A Volkswagen dá mais um passo em sua ofensiva em direção à eletromobilidade. Depois de colocar em linha o ID.3, hatch elétrico de entrada da família ID, a montadora iniciou na quinta-feira, 20, a produção em larga escala do ID.4, o primeiro SUV 100% elétrico da marca, em Zwickau, na Alemanha. A estreia mundial deverá ocorrer em setembro.

O modelo dá continuidade à ambição do grupo alemão de liderar o mercado de mobilidade elétrica. Trata-se de plano agressivo, no qual a corporação investirá € 33 bilhões até 2024, dos quais € 11 bilhões destinados à marca Volkswagen. A estimativa é de que até 2025, a montadora tenha produzido 1 milhão de carros elétricos.

O segundo produto sobre a plataforma MEB, desenvolvida para modelos de acionamento elétrico, também assenta mais um tijolo na conversão da unidade de Zwckau como centro produtor de carros elétricos.

A unidade produzia veículos à combustão desde 1904, totalizando mais de 9,5 milhões de unidades produzidas, das quais 6 milhões somente da marca Volkswagen entre os anos de 1990 e 2020. Com o fim da produção do Golf Variant, a fábrica iniciou novo papel estratégico na ofensiva elétrica do Grupo VW.

Anúncio

A companhia investiu € 1,2 bilhão nas adequações das instalações para produção exclusiva de elétricos. De acordo com a empresa, no ano que vem, o primeiro ano completo como fábrica de veículos elétrico, deverão sair das linhas 300 mil unidades de seis modelos elétricos das marcas Volkswagen, Audi e Seat.

LEIA MAIS

→Volkswagen produzirá elétricos nos Estados Unidos em 2022

→VW prepara lançamento mundial do ID.3 em Frankfurt

→VW inova com motor elétrico na parte inferior do veículo


Foto: VW/Divulgação