Em votação online realizada nesta segunda-feira, 24, e terça, 25, os funcionários da General Motors de São José dos Campos aprovaram a abertura de PDV, Programa de Demissão Voluntária, e a extensão de lay-off na fábrica do interior paulista. As mesmas medidas já foram adotadas pela montadora em São Caetano do Sul, no ABC paulista.

Ao revelar o resultado da assembleia virtual, o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região informou que as duas propostas feitas pela GM foram votadas separadamente. No caso do PDV, 82,27% (2.320) dos trabalhadores aprovaram, 13,87% (391) rejeitaram e 3,87% (109) abstiveram-se.

O programa de demissão será aberto aos empregados de todos os departamentos da fábrica, mas a GM não informou qual é a meta de corte e nem o período de adesão. Os que optarem pela adesão ao PDV vão receber salários adicionais, extensão do convênio médico e um carro Onix Joy Black. Os benefícios variam de acordo com o tempo de fábrica de cada trabalhador.

Com relação à extensão do layoff, 85,07% ou 2.399 trabalhadores concordaram com a medida, enquanto 13,33% (376) rejeitaram e 1,6% (45) preferiram não opinar. Pelo acordo que está em vigor desde abril, o layoff terminaria em 12 de setembro. Agora seguirá até novembro, podendo estender-se ainda até abril de 2021 se o mercado automotivo não reagir até lá.

Assim como a GM, outras montadoras estão ameaçando demitir por causa das dificuldades geradas pela pandemia da Covid-19. A Volkswagen já comunicou aos sindicatos onde tem fábrica que quer cortar 35% do seu efetivo e inicou nesta terça-feira, 25, negociações para a adoção de flexibilização trabalhista em todas as suas operações no País.

Anúncio

LEIA MAIS

Volkswagen pretende dispensar pelo menos 5 mil empregados no Brasil

Maratona de três dias de negociações entre VW e metalúrgicos

GM abre PDV em São Caetano do Sul

Segundo dados fornecidos pelo sindicato, são cerca de 1,1 mil funcionários atualmente em layoff e 2,5 mil trabalhando normalmente. Em São José dos Campos são produzidos os modelos S10 e Trailblazer, que recentemente ganharam atualizações de design e tecnologia.

“O Sindicato parabeniza os metalúrgicos pela expressiva participação na assembleia, independente do resultado. Continuaremos na luta em defesa do emprego, que é o mais importante neste momento”, comentou o vice-presidente do sindicato, Renato Almeida, ao término da votação online.


Foto: Divulgação/GM