Mais um acordo, dentre vários que estão sendo fechados desde abril no setor automotivo, foi encaminhado esta semana no setor automotivo. Em votação online realizada na terça-feira, 25, os trabalhadores da fábrica de São Bernardo do Campo, SP, da Mercedes-Benz do Brasil aprovaram a prorrogação da suspensão de contrato, do lay-off e também da jornada reduzida, medidas adotadas em maio após a montadora ter paralisado sua produção por causa da pandemia da Covid-19.

Segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, o acordo garante 100% do salário líquido para todos os trabalhadores que estiverem sob quaisquer ferramentas de flexibilização e também a certeza de retorno ao trabalho para todos os envolvidos.

A renovação da suspensão temporária de contrato vale por mais dois meses, com revezamento de duas turmas com cerca de 400 trabalhadores cada. Um grupo ficará fora da fábrica em setembro e outubro e outro nos meses de novembro e dezembro.

LEIA MAIS

GM abre PDV e estende lay-off em São José dos Campos

Mercedes-Benz inicia 2º turno na produção de caminhões

Anúncio

A mesma medida e o mesmo período serão aplicados para o grupo de cerca de 100 trabalhadores com comorbidades, considerados grupo de risco para Covid-19. Ao final deste período, esses funcionários serão colocados em lay-off por 3 meses.

Também foi renovado por mais dois meses a redução de jornada  para os trabalhadores do setor administrativo, atualmente em home-office, conforme dados fornecidos pelo sindicato. A Mercedes-Benz já trabalha com medidas de flexibilização há três meses, mas no início de julho reativou o 2º turno para garantir maior distanciamento social na fábrica de São Bernardo e também atender pedidos específicos de clientes.

Dentre outros acordos firmados recentemente, tem o da General Motors com os metalúrgicos de São José dos Campos, no interior paulista, que além de prorrogar período de lay-off também envolve a abertura de PDV, Programa de Demissão Voluntária, seguindo medida já adotada pela montadora na planta de São Caetano do Sul.


Foto: Divulgação/Mercedes-Benz