A Ford iniciou nesta semana a produção da nova F-150 no histórico complexo do Rouge, em Dearborn, nos Estados Unidos, e aproveitou para anunciar a construção de um novo centro de veículos elétricos no local, que abrigará a linha das versões elétrica e híbrida da picape a partir de meados de 2022.

“Estamos orgulhosos de mais uma vez inovar para o futuro no Rouge, com a estreia da nova F-150 e a construção de um novo centro de manufatura para a produção da primeira F-150 elétrica”, disse Bill Ford, presidente do Conselho da Ford. “A crise de Covid-19 deste ano deixou claro por que é tão importante para empresas como a Ford ajudar a manter nossa base de manufatura forte e ajudar o país a voltar ao trabalho”.

VEJA VÍDEO

vídeo

Anúncio

A montadora informa que a F-150 elétrica está passando por dezenas de milhares de horas e milhões de quilômetros de testes extenuantes nas pistas e laboratórios “para ser a picape mais poderosa e com menor custo total de operação da linha já feita até hoje”, destaca nota da empresa. A partir de uma nova tecnologia, o modelo – que terá dois motores elétricos – poderá ser usado como fonte de energia para acampamentos e locais de trabalho.

Com relação à nova F-150, que chega ao mercado ainda este ano, o diretor de operações da Ford e novo CEO, Jim Farley, garante que o modelo vai ser lançado dentro do prazo e “com a qualidade que os clientes exigem”. “Agora estamos nos preparando para construir uma versão elétrica do veículo mais popular da América, uma ferramenta realmente capaz e feita especialmente para os consumidores de picapes.”


Foto: Divulgação/Ford