Em reunião anual online com os acionistas em Munique, Alemanha, na quarta-feira, 23, Matthias Gründler, recém-nomeado CEO do Grupo Traton, traçou novas prioridades para empresa no futuro próximo. Com meta de alcançar retorno de 9% sobre as vendas, o executivo reforçou estratégia de proporcionar mais responsabilidade às fabricantes sob o chapéu da organização.

De acordo com o Gründler, para promover mais rentabilidade e melhor desempenho de Scania, MAN e Volkswagen Caminhões e Ônibus, as “marcas precisam de liberdade para atingir suas metas de lucratividade”, disse aos acionistas. Desta maneira, as marcas serão mais rápidas e eficientes em seus esforços para o desenvolvimento de novas tecnologias.

O executivo reafirmou o compromisso de investir de € 1 bilhão em eletrificação até 2025 e projetos por esse caminho têm mostrado avanços. Faz poucos dias a Scania mostrou sua linha de caminhões elétricos e híbridos para aplicações urbanas.

Também a marca sueca e a MAN pretendem unir forças para lançar ônibus elétricos. No Brasil, a VWCO em breve começará a produzir o e-Delivery na fábrica de Resende (RJ), além de colocar em andamento desenvolvimento de um ecossistema, da produção e carregamento à gestão da vida útil da bateria.

Anúncio

O executivo ainda reforçou a importância de parcerias estratégicas para moldar o futuro, como o acordo feito com TuSimple com foco no desenvolvimento de caminhões autônomos. “Adquirimos uma participação na empresa para ressaltar nosso compromisso com essa tecnologia”, disse Gründler aos acionistas.

LEIA MAIS

Traton nomeia Matthias Gründler como novo CEO

Grupo Traton busca caminhões autônomos com a TuSimple

Scania lança sua primeira linha de caminhões elétricos

VWCO inicia validação da produção do e-Delivery


Foto: Grupo Traton/Divulgação