A Volkswagen Caminhões e Ônibus iniciou a produção dos primeiros caminhões elétricos e-Delivery, na fábrica de Resende (RJ). As unidades, ainda como protótipos, servirão como base não só para os testes de homologação do produto, mas também para definir processos produtivos, adequação de linha de montagem e treinamento. A estimativa é que a produção em série comece no primeiro semestre de 2020.

Em área na qual a fabricante chama de Planta Piloto, as equipes se dedicam a azeitar o e-Consórcio, modelo de produção em que os fornecedores participam diretamente na montagem. No caso da produção do e-Delivery, as parceiras são Bosch, CATL, Moura, Semcon, WEG, Meritor e Siemens.

“Como há 25 anos, quando amadurecemos nosso processo produtivo numa linha experimental em Resende, começamos a consolidar nosso know-how também na manufatura de veículos elétricos”, conta em nota Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Anúncio

Os protótipos montados se juntarão a outras unidades já em testes de desenvolvimento, como o já conhecido em parceria com a Ambev. A empresa tem um e-Delivery em operação na distribuição de bebidas na cidade de São Paulo.

É da fabricante de bebidas também a maior intenção de compra de caminhões elétricos da VWCO, com entregas de 1,6 mil unidades até 2023, conforme anúncio feito em agosto de 2018.

LEIA MAIS

→Ambev vai eletrificar frota de caminhões

→VWCO e Ambev somam forças em prol da mobilidade elétrica

→VWCO investe R$ 110 milhões em projeto de elétricos